Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1022
Title: Tecnologias em saúde: proposição de um time de terapia intravenosa na Unidade de Terapia Intensiva
Authors: Moreira, Ana Paula Amorim
metadata.dc.contributor.advisor: Escudeiro, Cristina Lavoyer
metadata.dc.contributor.members: Porto, Isaura Setenta
Christovam, Barbara Pompeu
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Moreira, Ana Paula Amorim. Tecnologias em saúde: proposição de um time de terapia intravenosa na Unidade de Terapia Intensiva. 2012. 133 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Enfermagem Assistencial)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2012
Abstract: A terapia intravenosa (TIV) é considerada mundialmente como um importante recurso terapêutico, sendo indicado para a maioria dos pacientes hospitalizados, representando por vezes uma condição básica no seu tratamento, trata-se de uma prática comum no cotidiano dos profissionais de Enfermagem. Nesse estudo trataremos das TIVs centrais e contínuas. Hoje temos a tecnologia e inovação ao nosso favor disponibilizando no mercado uma gama de produtos que irá contribuir para um cuidado de Enfermagem eficiente e seguro durante as TIVs. Por isso, a sensibilização dos hospitais para a qualidade é uma importante ferramenta na ampliação da segurança dos pacientes e na vigilância pós - comercialização. Têm-se como objeto desse estudo, as tecnologias em saúde utilizadas na TIV central contínua durante a assistência de Enfermagem. Foram traçados os seguintes objetivos: identificar as tecnologias em saúde disponíveis para uso durante a TIV central contínua no Centro de Terapia Intensiva (CTI), verificar a utilização dessas tecnologias pela equipe de enfermagem no cuidado às TIVs centrais contínuas instaladas nos pacientes internados no CTI e discutir os desafios no uso das tecnologias durante a TIV central contínua. Estudo descritivo de abordagem qualitativa realizado em um hospital universitário por meio de observação não participante norteada por roteiro com base nos padrões internacionais da Joint Commission International e entrevista semi estruturada. O corpus de dados obtidos a partir das entrevistas através do Softwear Alceste. Os resultados da observação foram agrupados em Estrutura, Processo e Resultado na utilização da TIV, dos quais pôde-se constatar: inexistência de monitoramento dos registros dos trabalhos pela engenharia clínica; de treinamentos com simulações práticas e testes documentados; não conformidade no manejo das tecnologias no preparo das TIVs; medicamentos de emergência indisponíveis, não monitorados e sem segurança. Dos dados resultantes das entrevistas emergiram duas categorias: As Tecnologias em Saúde nas Terapias Intravenosas Centrais Contínuas e Desafios no Manejo das Tecnologias em Saúde nas Terapias Intravenosas. Concluiu-se que o gerenciamento das tecnologias em saúde visa a organização do trabalho permitindo ao enfermeiro estabelecer prioridades durante sua prática, minimiza desperdícios com redução de custos, evita a ocorrência do (re)trabalho e principalmente fortalece a qualidade assistencial
metadata.dc.description.abstractother: The VIT is considered as an important therapeutic resource worldwide, and is indicated for the majority of hospitalized patients, representing sometimes a basic condition in its treatment, it is a common practice in the daily lives of nursing professionals. In this study we will deal with the continuous and central VITs. Today we have the technology and innovation to our favor making available on the market a range of products that will contribute to an efficient and safe Nursing care during the VITs. Therefore, the awareness of hospitals for the quality is an important tool in the expansion of patient safety and post-marketing surveillance. It has as an object of this study, the health technology used in continuous and central VIT during nursing care. The following objectives were tracings: identify the available health technology for use during the continuous and central VIT in Intensive Care Unit (ICU), check the use of these technologies by the nursing team in the care of continuous and central VITs installed in hospitalized patients in the ICC and discuss the challenges in the use of technologies during the continuous and central VIT. Qualitative descriptive study conducted in a university hospital by not participant means of observation guided by roadmap based on international standards of the Joint Commission International and semi structured interview. It was drawn up a corpus of data obtained from the interviews which was analyzed by Alceste Softwear. The results were grouped into structure, process and result in the use of VIT, noting: lack of monitoring of the records of the work by clinical engineering; trainings with practical simulations and documented tests; bad practices of technologies management in the preparation of VITs; unavailable emergency drugs, not monitored and no security. The interviews emerged two categories: The health technologies in continuous and central intravenous therapies and challenges in the health technologies management in intravenous therapies. It was concluded that the management of technologies in health aims to the organization of work allowing the nurse to establish priorities during his practice, minimizes waste with cost reduction, prevents the occurrence of (re)working and mainly strengthens health care quality
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1022
Appears in Collections:MPEA - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Paula Amorim Moreira.pdf2.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.