Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1023
Title: Cuidado de enfermagem ao paciente psiquiátrico em situação de emergência geral: real e imaginário
Authors: Elias, Andréa Damiana da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Tavares, Claudia Mara de Melo
metadata.dc.contributor.advisorco: Cortez, Elaine Antunes
metadata.dc.contributor.members: Mello, Rosâne
Silva, Rose Mary Costa Rosa Andrade
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Elias, Andréa Damiana da Silva. Cuidado de enfermagem ao paciente psiquiátrico em situação de emergência geral: real e imaginário. 2012. 116 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Enfermagem Assistencial)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2012
Abstract: Historicamente fazia-se a divisão: hospital geral para os doentes do corpo e hospício para os doentes da mente. Nesse estudo nos preocupamos em pensar o cuidado dirigido ao paciente psiquiátrico no âmbito do hospital geral, mais especificamente o setor de emergência. O Ministério da Saúde (2011) afirma haver um déficit no que tange ao número de leitos qualificados para a atenção à saúde mental em hospitais gerais e que os profissionais apresentam dificuldades na realização da interface saúde geral/saúde mental. O objeto do presente estudo é o cuidado prestado pelo enfermeiro ao paciente psiquiátrico em situação de emergência geral. São desenvolvidas as seguintes questões de estudo: Como é o cuidado prestado pelo enfermeiro ao paciente psiquiátrico em situação de emergência geral? Os enfermeiros da emergência atuam na perspectiva da Reforma Psiquiátrica? Na emergência há distinção nos cuidados de enfermagem dirigidos ao paciente psiquiátrico em relação aos demais? O objetivo geral é conhecer os fatores que influenciam o cuidado prestado pelo enfermeiro de emergência ao paciente psiquiátrico. E os objetivos específicos: descrever o perfil dos enfermeiros-sujeitos do estudo; comparar os cuidados prestados pelos enfermeiros de emergência aos pacientes psiquiátricos e não psiquiátricos, na mesma condição clínica; analisar o imaginário dos enfermeiros acerca do cuidado ao paciente psiquiátrico em emergência geral e construir material educativo para implantação de ações do enfermeiro na emergência geral, baseado nos princípios da Reforma Psiquiátrica. Método: Pesquisa qualitativa de inspiração Sociopoética e baseada na Imaginação Criativa. Os dados foram produzidos por meio de entrevistas de caracterização dos sujeitos, observação participante e grupo-pesquisador. Os sujeitos foram 15 enfermeiros de um hospital de emergência geral do município do Rio de Janeiro. O projeto foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro cumprindo a resolução nº 196/96 (CNS), e aprovado segundo protocolo no 10/11 CAAE no: 0268.0.314.000-11. Os resultados apontam a passividade, o desconhecimento, o medo e as condições de trabalho como elementos que influenciam no cuidado prestado pelo enfermeiro ao paciente psiquiátrico em situação de emergência. Apresentam um perfil de enfermeiros generalistas, influenciados pelo estigma da loucura, que descrevem suas motivações para o cuidado do paciente psiquiátrico através de sentimentos como compaixão e obrigação. Conclui-se que a utilização da técnica do Imaginário Criativo permitiu uma aproximação dos enfermeiros-sujeitos do estudo com o tema de forma sensível, mesmo quando impregnados de preconceito e medo da loucura. Embora numa inserção temporal caracterizada pela Reforma Psiquiátrica, os conceitos e intervenções dos enfermeiros frente ao paciente psiquiátrico ainda se dão de forma a não percebê-los numa relação de troca e respeito pelas suas subjetividades. O estudo apresenta como produto final um guia de orientação baseado nos princípios da Reforma Psiquiátrica para implantação de ações de enfermagem dirigidas ao paciente psiquiátrico em situação de emergência geral
metadata.dc.description.abstractother: Historically, there used to be the following split: a general hospital for the physically ill, and a mental institution for those who were mentally ill. In this study we are concerned with the care given to the psychiatric patient in the ambit of the general hospital, and more specifically in the emergency department. The Health Ministry (2011) confirmed that there is a deficit with regards to the number of beds in general hospitals suitable for hosting patients from the mental health sector, and that professionals present a level of difficulty when performing on the interface general health/mental health. The object of the present study is the care given by the nurse to the psychiatric patient in a general emergency setting. The following research questions have been posed: What kind of care is given by the nurse to the psychiatric patient in a general emergency setting? Do emergency nurses perform according to the orientations established by the Psychiatric Reform? In emergency settings are there differences with regards to the nursing care given to psychiatric patients as compared to that given to other patients? The main objective is to apprehend the factors that influence the care given to the psychiatric patient by the emergency nurse, while the specific objectives are to outline the profile of the subject-nurses of this study; to compare the care given to psychiatric and non- psychiatric patients under the same clinical condition by emergency nurses; to analyse the imaginary of the nurses with regards to the care of psychiatric patients in general emergency settings, and to create educational material for the implementation of actions with the general emergency nurse in mind based on the principles of the Psychiatric Reform. Methodology: Qualitative research inspired by Sociopoetics and based on Creative Imagination. Data were produced by means of interviews for subject characterization, participative observation and researcher-group. The subjects were 15 nurses of a general emergency hospital in the municipality of Rio de Janeiro. The project was submitted to the Research Ethical Committee of the Municipal Secretary for Health and Civil Defence in Rio de Janeiro according to resolution 196/96 (CNS), and approved as established on protocol 10/11 CAAE - 0268.0.314.000-11. The results point to passivity, lack of information, fear, and working conditions as the main elements that influence the care given to the psychiatric patient by the nurse in an emergency setting. Results also indicate a profile of generalist nurses, under the influence of stigmatised perceptions of insanity, who describe their motivation when caring for the psychiatric patient as being guided by feelings such as compassion and obligation. The conclusion is that the deployment of the Creative Imaginary technique has contributed towards bringing the subject-nurses in this study closer to the theme in a more sensitive manner, even if the overall attitudes are impregnated with prejudice and fear of insanity. Despite the fact that the temporal insertion is that of the Psychiatric Reform, concepts and interventions of nurses with regards to the psychiatric patient are still within a framing where the latter is not perceived as part of a relationship with exchanges and respect for each other’s subjectivities. This study shall present as its final product an orientation guide based on the principles of the Psychiatric Reform, with the purpose of implementing actions regarding nursing care of psychiatric patients in situations of general emergency
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1023
Appears in Collections:MPEA - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andréa Damiana da Silva Elias.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.