Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10373
Title: A estabilidade do tratamento da mordida aberta em pacientes adultos: revisão sistemática
Authors: Medeiros, Raquel Bueno
metadata.dc.contributor.advisor: Mucha, José Nelson
metadata.dc.contributor.advisorco: Motta, Alexandre Trindade Simões da
Issue Date: 2011
Abstract: Introdução: O tratamento da mordida aberta em pacientes adultos é um dos mais desafiadores problemas em Ortodontia. Diversas modalidades de tratamento são apresentadas para esse tipo de maloclusão. Porém, a evidência da estabilidade dos resultados ainda é assunto pouco conhecido. Objetivos: Identificar o tipo de tratamento que proporciona maior estabilidade pós-tratamento para pacientes adultos com mordida aberta. Metodologia: Busca eletrônica nos bancos de dados Medline via PubMed e Lilacs e Scielo via BIREME, de janeiro de 1989 a dezembro de 2010. Foram encontrados: relatos de casos, série de casos e série de casos e controle sobre a estabilidade de tratamentos para mordida aberta. Não foram encontrados Estudos Clínicos Prospectivos Aleatórios (RCTs) e Revisões Sistemáticas sobre o tema. Os tipos de tratamentos considerados foram: 1- ortodôntico sem extrações dentárias; 2- ortodôntico com extrações dentárias; 3- com dispositivos de ancoragem temporária; 4- distração osteogênica; e 5- cirurgia ortognática. A estabilidade do transpasse vertical foi avaliada nas fases de observação: pré-tratamento (T1), final do tratamento (T2) e pelo menos 1 ano pós-tratamento (T3). Resultados: A recidiva média no transpasse vertical foi de -0,05 mm no grupo de relatos de caso, e de -0,5 mm no grupo de séries de casos e de -0,15mm no grupo de séries de casos e controle. O tratamento ortodôntico com extrações aparentou ser mais estável do que o sem extrações. O tratamento de casos com cirurgia isolada da maxila pareceu ser mais estável do que os casos de cirurgia combinada. Os estudos com dispositivos de ancoragem temporários são ainda insuficientes. Conclusões: Não existem informações suficientes na literatura para prever a estabilidade do tratamento da mordida aberta em pacientes adultos, apenas fracas evidências sobre determinados tipos de tratamento.
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: The anterior open bite treatment in adult patients is known as one of the most challenging problems in Orthodontics. Therefore, several treatment modalities have been proposed for this type of malocclusion. However, the stability of these treatment results is still unknown. Objectives: To identify the treatment modality that ensures long term stability in open bite adult patients. Methods: An electronic search was performed in Medline database - Entrez PubMed and Lilacs and Scielo via BIREME, from January 1989 to December 2010. The search results included: case reports, case series and, case series and control. Randomized clinical trials and systematic reviews have not been identified. The treatment modalities included in this study were: 1- non extraction orthodontics, 2- extraction orthodontics, 3- orthodontics associated with temporary anchorage devices 4- osteogenic distraction and, 5 -orthognatic surgery. The overbite stability was assessed at different time points: before treatment – T1, post-treatment – T2, and at least 1 year post treatment – T3. Results: The overbite average relapse was -0.05 mm in the case reports group, -0.5 mm in the case series group and -0,15mm in the case series group and control. The orthodontic treatment with extractions appeared to be more stable than the non-extraction treatment. The one-jaw surgical cases also seemed more stable compared to the bimaxillary surgical cases. The available data on the temporary anchorage devices is still weak. Conclusion: The scientific available data on the stability of the open bite treatament is not enough to predict its stability, there is only weak evidence about certain treatment modalities.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10373
Appears in Collections:PPGO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Raquel Bueno.pdf598.71 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons