Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10446
Title: Efeito de dois adoçantes naturais (xilitol e estévia) na formação do biofilme dental
Authors: Accetta, Danielle Figueiredo
metadata.dc.contributor.advisor: Fraga, Ricardo Carvalhaes
Issue Date: 2010
Abstract: A cárie dentária é um dos principais problemas de saúde bucal da população. Um dos fatores desencadeantes dessa doença é a ingestão freqüente de sacarose. O objetivo deste estudo foi analisar o efeito de dois adoçantes naturais (xilitol e estévia) sobre a formação do biofilme dental em relação ao seu aspecto quantitativo e seu potencial acidogênico. Foram selecionados quinze participantes que fizeram uso de enxaguatórios de xilitol e de estévia por três dias consecutivos e não realizaram a escovação da face vestibular dos dentes superiores posteriores durante este período. Após esta fase a placa formada nessa região foi coletada e analisada em seu aspecto quantitativo através da pesagem em uma balança de precisão e em relação ao potencial acidogênico através da leitura com pHmetro. A análise estatística foi feita utilizando-se o teste T de Student (p<0,01), e concluiu-se que não houve diferença estatisticamente significativa entre as substancias testadas nos dois testes realizados. A quantidade de placa formada foi similar para o uso dos dois adoçantes. As amostras colhidas foram incapazes de acidificar a água deionizada utilizadas para diluição da placa, provocando um pH alcalino, próximo ao neutro.
metadata.dc.description.abstractother: Dental caries is a major problem of oral health. One of the factors triggering the disease is the frequent ingestion of sucrose. The aim of this study was to analyze the effect of two natural sweeteners (stevia and xylitol) on the formation of biofilm in relation to their quantitative aspect and acidogenic potential. Fifteen participants were selected who used mouthwash xylitol and stevia for three consecutive days and are not brushing the buccal surface of upper posterior teeth during this period. After this stage the plaque formed in this region was collected and analyzed in its quantitative aspect by weighing on a precision scale and in relation to the acidogenic potential by reading with pH meter. Statistical analysis was performed using the Student t test (p <0.01), and concluded that there was no statistically significant difference between the substances tested in both tests. The amount of plaque was similar to the use of both sweeteners. These samples were unable to acidify the deionized water used for dilution of the plate, causing an alkaline pH near neutral.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10446
Appears in Collections:PPGO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Danielle Accetta.pdf462.38 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons