Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10481
Title: Análise do desempenho de catalisadores metálicos suportados na reforma do biogás
Authors: Ojeda, Abigail Noemi Esquivel
metadata.dc.contributor.advisor: Mattos, Lisiane Veiga
metadata.dc.contributor.advisorco: Silva, Andressa Andrade Alves da
metadata.dc.contributor.members: Simões, Rita de Cássia Colman
Oliveira, Hugo Alvarenga
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: Atualmente, a produção de H2 é feita tradicionalmente a partir de combustíveis fósseis, principalmente a partir do gás natural (gás rico em metano). Entretanto, por ser tratar de uma matéria-prima não renovável que pode causar danos tanto para o ambiente quanto para a saúde humana vem sendo recorrentemente proposto à busca por alternativas ambientalmente aceitáveis. Nesse sentido, o biogás surge como uma matéria-prima promissora para geração de H2, uma vez que é produzido naturalmente a partir da decomposição da matéria orgânica e possui, majoritariamente, metano e dióxido de carbono em sua composição. A produção de hidrogênio a partir do biogás pode ser realizada através da reação de reforma do metano com CO2 (reforma seca ou DRM). Os catalisadores mais usuais na reação de reforma seca do metano são a base de Ni e Pt. Pesquisas realizadas no Laboratório de Energia, Materiais e Meio Ambiente (LEMMA/UFF) mostraram que catalisadores a bases desses metais apresentaram alta atividade e bom desempenho durante reação de reforma seca do biogás. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi comparar, através da avaliação da atividade e estabilidade durante a reação de reforma seca do biogás feita a 800ºC com razão molar CH4/CO2=1, o desempenho dos catalisadores a base de Ni e de Pt suportados em (a) em óxido de cério dopado suportados em alumina (b) em óxido de cério dopados com Gd, Pr, Zr, Nb, Y, Sm (c) em hidrotalcitas (d) em zeólita (e) em peroviskita, preparados pelo grupo de pesquisa do LEMMA. Através da conversão inicial do metano, da razão dos gases H2/CO e da dispersão metálica foi observado que, dentre os catalisadores a base de níquel, o catalisador níquel suportado em céria não dopada depositado em alumina apresentou melhor atividade e estabilidade. Em relação aos catalisadores de Pt, o melhor foi o suportado em CeO2 dopado com gadolínio depositado em Al2O3
metadata.dc.description.abstractother: Nowadays, H2 production is traditionally made from fossil fuels, mainly from natural gas (methane rich gas). However, since it is a nonrenewable raw material that can cause damages to both the environment and the human health, the search for environmentally acceptable alternatives has been recurrently proposed. In this way, biogas arises as a promising raw material for H2 generation, since it is produced naturally from the decomposition of organic matter and has, mainly, methane and carbon dioxide in its composition. The production of hydrogen from the biogas can be realized through the reforming reaction of methane with CO2 (dry reforming or DRM). The most common catalysts in the dry reforming reaction of methane are the Ni and Pt based catalysts. Research conducted at the Energy, Materials and Environment Laboratory (LEMMA / UFF) showed that Ni and Pt based catalysts presented high activity and good performance during reaction of dry biogas reform. In this context, the objective of this work was to compare, by the activity and stability evaluation during the dry reforming reaction of the biogas at 800ºC with CH4/CO2 = 1 molar ratio, the performance of Ni-based and Pt-based catalysts supported (a) on ceria doped deposited on alumina (b) on ceria doped with Gd, Pr, Zr, Nb, Y, Sm (c) on hydrotalcites (d) on zeolites (e) on perovskite prepared by the LEMMA research group. By the initial conversion of methane, H2/CO gas ratio and metallic dispersion, it was observed that, among the nickel based catalysts, the nickel catalyst supported in non-doped ceria deposited on alumina showed better activity and stability. In relation to the Pt catalysts, the best supported was the one in CeO2 doped with gadolinium deposited in Al2O3
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10482
Appears in Collections:TGQ - Trabalhos de Conclusão de Curso
TGQ - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ABIGAIL.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons