Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10524
Title: Adequação semântica do vocabulário DeCS na área de tecnologia de alimentos : o estabelecimento de critérios de análise
Authors: Messias, Ana Claudia Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor: Campos, Maria Luiza de Almeida
metadata.dc.contributor.members: Marcondes, Carlos Henrique
Miranda, Marcos Luiz Cavalcanti de
Issue Date: 2013
Abstract: Este trabalho tem como objeto avaliar a adequação semântica dos Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) na área de Tecnologia de Alimentos, para tal está fundamentado em dois campos de estudo da Ciência da Informação: Avaliação de Linguagens Documentárias, onde as principais questões são pautadas em trabalhos de autores seminais, como Lancaster, Foskett, Robertson, entre outros, que além das práticas abordam a historicidade da avaliação, e as teorias de Compatibilização de Linguagens Documentárias, onde destacamos o método da Matriz de Compatibilidade Conceitual proposto por Dahlberg, que preconiza um mapeamento da potencialidade semântica das linguagens estudadas, fornecendo resultados sob os pontos de vistas verbal e semântico. Outro campo essencial nesse estudo é a Teoria do Conceito de Dahlberg, que permite investigar a harmonização existente entre os termos e o seu conteúdo conceitual, estabelecendo o papel da definição e do relacionamento entre conceitos. Assim, a partir de um corpus documental extraído das teses do Programa de Pós-Graduação em Higiene Veterinária e Processamento Tecnológico de Produtos de Origem Animal da Universidade Federal Fluminense, analisa-se a compatibilidade semântica dos conceitos disponíveis no DeCS, no intuito de medir a semelhança entre o conteúdo conceitual desse instrumento e a linguagem da comunidade científica da área em questão. Como resultado obtivemos que 28% dos termos apresentam compatibilidade verbal, e a partir desse total foram observados os aspectos de coincidência e correspondência conceitual, que apresentou respectivamente 37,5% e 25%
metadata.dc.description.abstractother: This work aims to evaluate the semantic adequacy of Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) in Food Technology, for such is based on two major fields of study in Information Science: Evaluation of Indexing Languages, in which the main issues are based on seminal authors, such as: Lancaster, Foskett, Robertson, and others, that beyond the practices discusses the historicity of the evaluation. The another is Compatibility and Integration of Indexing Languages, in which we emphasize the Dahlberg theory, who proposes a mapping of the potential semantic of the languages studied, providing results in verbal and semantics views. One more essential field in this study is the Dahlberg Analytical Concept Theory, which allows investigating the harmonization between the terms and their conceptual content, establishing the definition role and the relationship between concepts. Thereby, based on a corpus of documents taken from the thesis of the Graduate in Higiene Veterinária e Processamento Tecnológico de Produtos de Origem Animal of Universidade Federal Fluminense, it analyzes the semantic compatibility of concepts available in DeCS, in order to measure the similarity between the conceptual content of that instrument and the language of scientific community. As a result we found that 28% of terms have a verbal compatibility, and from this total were observed the aspects of conceptual coincidence and correspondence, which presented respectively 37.5% and 25%.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10524
Appears in Collections:PPGCI - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANA CLÁUDIA FERREIRA MESSIAS.pdf1.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.