Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10685
Title: A gramática do "desenvolvimento" nas políticas públicas e suas (re)ssignificações em Campos dos Goytacazes/RJ
Authors: Silva, Luciêr de Souza e
metadata.dc.contributor.advisor: Freire, Jussara
metadata.dc.contributor.members: Mamani, Hernan Armando
Leite, Márcia da Silva Pereira
Issue Date: 2018
Citation: SILVA, Luciêr de Souza e. A gramática do "desenvolvimento" nas políticas públicas e suas (re)ssignificações em Campos dos Goytacazes/RJ. 2018. 117 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional, Ambiente e Políticas Públicas). Universidade Federal Fluminense, Campos dos Goytacazes, 2018.
Abstract: Este trabalho de dissertação buscou analisar a gramática do “desenvolvimento” que orienta políticas públicas e suas (re)ssignificações em Campos dos Goytacazes/RJ a partir dos primeiros jornais e revistas de Campos (1836). Para compreender tais gramáticas, descreverei como são mobilizados os sentidos que atribuídos ao “desenvolvimento” em Campos, fundamentando-me nas contribuições da sociologia dos problemas públicos e das operações críticas e morais. O objeto da pesquisa é analisar os modos segundo os quais arenas públicas – formadas, em particular, por acadêmicos, gestores públicos e empresários – problematizam o “desenvolvimento” em Campos. A metodologia reúne três técnicas diferenciadas que analisam o “problema do atraso de Campos” e as soluções propostas para resolvê-lo sob os ângulos: 1. Análise documental e bibliográfica; 2. Entrevistas semi-diretivas com pesquisadores, gestores públicos e empresários e 3. Observação in situ em reuniões, encontros acadêmicos, municipais e empresariais. O problema da pesquisa se inspira fortemente nas contribuições da sociologia dos problemas públicos (Gusfield, 1981; Cefaï, 2001) e das capacidades críticas (Boltanski e Thévenot (1989). O ponto em comum entre estes autores é a ênfase nas situações nas quais atores sociais definem e elaboram problemas, bem como aos momentos de provas, de disputas e de controvérsias. Dessa forma, retomo estas abordagens, pois permitem compreender, de um lado, como o “atraso” torna-se um problema público regional e, por outro, como o “desenvolvimento” torna-se paulatina e crescentemente uma pauta municipal, regional e nacional em torno da qual se agregam um conjunto de atores. No entanto, observamos que a adjetivação do “desenvolvimento” (“regional”, “econômico”, “social”, “tecnológico”, “sustentável”) corresponde a diferentes mobilizações de arenas públicas, que atribuem sentidos particularmente polissêmicos e variados a esta categoria. Dessa forma, proponho mapear e analisar, as controvérsias entre diferentes arenas da cidade e suas consequências no tocante às orientações e configurações de políticas públicas.
metadata.dc.description.abstractother: This thesis aimed to analyze the grammar of "development" in public policies and their (re) ssignifications in Campos dos Goytacazes / RJ. To understand such grammars, I will describe how the senses that are attributed to "development" in Campos are mobilized, based on the contributions of the sociology of public problems and critical and moral operations. The objective of the research is to analyze the ways in which public - formed arenas, in particular, academics, public managers and entrepreneurs - problematize the "development" in Campos. The methodology combines three different techniques that analyze the "problem of the delay of Campos" and the solutions proposed to solve it from the angles: 1. Documentary and bibliographic analysis. 2. Semi-directive interviews with researchers, public managers and entrepreneurs; 3. Observation in situ in meetings and academic meetings, municipal and business. The problem of research is strongly inspired by the contributions of the sociology of public problems (Gusfield, 1981; Cefaï, 2001) and critical capacities (Boltanski and Thévenot, 1989) .The point in common between these authors is the emphasis on situations in which actors In this way, I return to these approaches because they allow us to understand, on the one hand, how "backwardness" becomes a regional public problem and, on the other hand, ("regional", "economic", "economic", "economic", "economic", "economic", " social "," technological "," sustainable ") corresponds to different mobilizations of public arenas, which assigns particularly polysemic and varied meanings to this category. I oppose to map and analyze, the controversies between different arenas of the city and its consequences with regard to the guidelines and configurations of public policies.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10685
Appears in Collections:PPGDAP - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Lucier de Sousa_A Gramática do Desenvolvimento.pdf2.21 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons