Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10709
Title: O desenvolvimento capitalista e sua relação com os processos de desastres ambientais: um estudo sobre o Norte Fluminense/RJ
Authors: Azeredo, Luana Fernandes dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor: Pereira, Tatiana Dahmer
metadata.dc.contributor.advisorco: Siqueira, Antenora Maria da Mata
metadata.dc.contributor.members: Pereira, Tatiana Dahmer
Vale, Andréa Araújo do
Dutra, José Luis Vianna da
Issue Date: 2018
Abstract: Este estudo investigou a relação entre o modelo de desenvolvimento capitalista e a construção e intensificação dos processos de desastres ambientais, especificamente na Região Norte Fluminense do Estado do Rio de Janeiro. A metodologia constituiu-se em pesquisa bibliográfica baseada em produções especializadas (teses, dissertações, livros e artigos) de diversos campos do conhecimento: Sociologia geral, Sociologia dos Desastres, Economia, Geografia, Serviço Social e Ciências Sociais. Os resultados demonstraram que uma lógica predatória esteve presente desde a gênese do sistema capitalista, intensificando-se ao longo do tempo e ditando uma nova sociabilidade ainda não vista na história. Com o espraiamento de tal sistema globalmente seus imperativos passam a agir em todo o planeta configurando, por um lado, centros de dominação e poder, e do outro, bolsões de pobreza, dependência e exploração, com produção de profunda desigualdade social, em especial na era do capitalismo monopolista. O debate dos desastres ambientais perpassa essas questões, posto que tais fenômenos não surgem com o sistema, mas são intensificados a partir, principalmente, de seu estágio mais maduro. Identifica-se então o Norte Fluminense como uma região que sofreu com toda essa lógica, principalmente pela específica conformação socioespacial e econômica brasileira, a qual, pela especificidade histórica, marcou tal região com os piores efeitos que o processo de colonização poderia causar. Em decorrência desses efeitos, identifica-se que os desastres ambientais que ocorrem na região possuem raízes desde o início da sua história. Todavia, novos elementos da contemporaneidade passaram a incorporar esse arcabouço de determinantes sociais, políticos, culturais e econômicos, os quais fazem perdurar no Norte Fluminense desastres relacionados, sobretudo, à inundação, à estiagem, à contaminação de água e à erosão marinha.
metadata.dc.description.abstractother: This study investigated the relationship between the capitalist development model and the construction and intensification of environmental disaster processes, specifically in the North Fluminense Region of the State of Rio de Janeiro. The methodology consisted of a bibliographic research based on specialized productions (theses, dissertations, books and articles), from several fields of knowledge: General Sociology, Sociology of Disasters, Economics, Geography, Social Work and Social Sciences. The results demonstrated that a predatory logic has been present since the genesis of the capitalist system, intensifying over time, and dictating a new sociability not yet seen in history. With the spread of such a system globally, its imperatives begin to act on the whole planet, forming, on the one hand, centers of domination and power, and on the other, pockets of poverty, dependence and exploration, producing deep social inequality, in especially in the era of monopoly capitalism. The debate on environmental disasters pervades these issues, since such phenomena do not arise with the system, but are intensified mainly by their more mature stage. The Northern Fluminense is then identified as a region that suffered with all this logic, mainly due to the specific Brazilian socio-spatial and economic conformation, which, by historical specificity, marked this region with the worst effects that the colonization process could cause. As a result of these effects, it is identified that the environmental disasters that occur in the region have roots since the beginning of its history. However, new elements of contemporaneity have begun to incorporate this framework of social, political, cultural and economic determinants, which in the North Fluminense continue to suffer disasters related, above all, to flooding, drought, water contamination and marine erosion.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10709
Appears in Collections:PPGSSDR - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao de Luana Fernandes.pdf2.84 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons