Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10835
Title: Universidade e biblioteca universitária no Brasil: o caso da Biblioteca Central do Gragoatá da Universidade Federal Fluminense (história e memórias: 1994-2015)
Authors: Mayrinck, Marina
metadata.dc.contributor.advisor: Souza, Elisabete Gonçalves de
Issue Date: 2017
Abstract: Esta pesquisa objetiva propor uma discussão a respeito do ensino superior no Brasil. Discute a biblioteca universitária como espaço de formação humana, cuja ação se realiza por meio do ensino, da pesquisa e da extensão, ações estas indissociáveis tendo em vista a função social desta instituição para a sociedade em geral. A proposição que moveu a pesquisa foi conhecer o projeto político que deu origem à Biblioteca Central do Gragoatá da Universidade Federal Fluminense. Analisa o debate que envolveu a criação da Biblioteca, relacionando-o com as discussões em torno das políticas públicas para o ensino superior na década de 1980. Mostra que os projetos para a criação das bibliotecas universitárias e o conceito de campus universitário surgem como uma exigência da Reforma Universitária de 1968, cuja política se estende até as décadas seguintes. Relaciona a criação do campus do Gragoatá e de sua biblioteca central ao convênio internacional firmado pelo MEC com o BID, o chamado Projeto MEC-BID III. Aborda a história da formação da Universidade Federal Fluminense, da formação do Núcleo de Documentação (NDC) e a criação da Biblioteca Central do Gragoatá (BCG). Para compreender a história desta biblioteca e sua função acadêmica e social, além do levantamento de fontes primárias, a pesquisa recorreu-se às memórias individuais, por meio de entrevistas e depoimentos junto aos diretores do Núcleo de Documentação, chefias da Biblioteca, pessoas que estiveram envolvidas em seu projeto, viveram o seu cotidiano e fizeram a história da BCG.
metadata.dc.description.abstractother: This research aims to propose a discussion about higher education in Brazil. It discusses the university library as a space for human formation, whose action is carried out through teaching, research and extension, these actions inseparable in view of the social function of this institution for society in general. The proposition that moved the research was to know the political project that gave origin to the Central Library of Gragoatá of the Universidade Federal Fluminense. It analyzes the debate surrounding the creation of the Library, relating it to discussions on public policies for higher education in the 1980s. It shows that projects for the creation of university libraries and the concept of university campuses appear as a requirement Of the University Reform of 1968, whose policy extends until the following decades. It relates the creation of the Gragoatá campus and its central library to the international agreement signed by the MEC with the BID, the so-called MEC-BID III Project. It covers the history of the formation of the Universidade Federal Fluminense, the formation of the Documentation Nucleus (NDC) and the creation of the Central Library of Gragoatá (BCG). In order to understand the history of this library and its academic and social function, in addition to the survey of primary sources, the research was based on individual memories, through interviews and testimonies with the directors of the Documentation Center, the chiefs of the library, and people who were involved in its project, lived its daily life and made the history of BCG.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10835
Appears in Collections:PPGCI - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO MARINA MAYRINCK.pdf2.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.