Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10861
Title: A lógica gerencial e suas incidências no Serviço Público: análise das produções na área do serviço social
Authors: Santos, Cintia Maia
metadata.dc.contributor.advisor: Pereira, Larissa Dahmer
metadata.dc.contributor.members: Pereira, Larissa Dahmer
Vale, Andrea Araújo do
Barbosa, Rosângela Nair de Carvalho
Issue Date: 2019
Abstract: O presente trabalho teve como objetivo identificar a aproximação do Serviço Social ao debate do gerencialismo a partir do advento da contrarreforma do Estado e seu atravessamento na gestão da força de trabalho no serviço público sob as bases do projeto neoliberal. A perspectiva teórico-metodológica que conduz esse trabalho está referenciada no campo da teoria social crítica vinculada à tradição marxista. Trata-se de um estudo a respeito do estado da arte sobre o gerencialismo no Serviço Social, cuja pesquisa é de caráter bibliográfico e documental. Para isso, fizemos uma discussão sobre o Estado e sobre seu papel na sociedade capitalista, especialmente no contexto do capitalismo dependente. Além disso, abordamos as mudanças provocadas pela reestruturação produtiva e seus rebatimentos na gestão e controle da força de trabalho. Realizamos um debate acerca da imersão da lógica gerencial no serviço público desde o processo de contrarreforma do Estado iniciado nos anos 1990. Por fim, realizamos um levantamento das produções nos principais periódicos nacionais do Serviço Social e áreas afins, nos Anais do ENPESS e do CBAS e no Banco de Teses e Dissertações da CAPES no período localizado entre os anos de 2006 a 2018. A pesquisa revelou que o debate na área de Serviço Social ainda precisa ser adensado, especialmente se considerarmos a inserção dos assistentes sociais nas diferentes políticas setoriais do setor público. O quantitativo encontrado de produções foi parco em todos os bancos de dados e sinaliza a carência de trabalhos que abordem a discussão do gerencialismo a partir dos assistentes sociais e suas reverberações para o serviço público brasileiro.
metadata.dc.description.abstractother: The present study had as objective to identify the approach of the Social Work to the debate of managerialism from the advent of the counter reform of the State and its crossing in the management of the work force in the public service under the bases of the neoliberal project. The methodological perspective that leads to this work is referenced in the field of critical social theory linked to the Marxist tradition. It is a study about the state of the art about managerialism in Social Work, whose research is of bibliographical and documentary character. To this end, we have discussed the state and its role in capitalist society, especially in the context of dependent capitalism. Moreover, we discuss the changes brought about by the productive restructuring and its refutations in the management and control of the workforce. We held a debate about the immersion of the managerial logic in the public service since the counter reform process of the State started in the 1990s. Finally, we conducted a survey of the productions in the main national periodicals of Social Service and related areas, in the Annals of ENPESS and CBAS and in the Bank of Thesis and Dissertation of CAPES in the period between 2006 and 2018. The research revealed that the debate in the area of Social Work still needs to be developed, especially if we consider the insertion of social workers in the sector's sectoral policies public. The quantitative of productions found was scarce in all databases and indicates the lack of studies that address the discussion of managerialism from the social workers and their reverberations for the Brazilian public service.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10861
Appears in Collections:PPGSSDR - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO CINTIA ÚLTIMA VERSÃO PDF.pdf1.6 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons