Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10868
Title: Efeito das soluções de EDTA 17% e ácido cítrico 10% através da agitação manual e ultrassônica na remoção da smear layer: análise em MEV
Authors: Maggioni, Alessandro Rodrigo
metadata.dc.contributor.advisor: Camões, Isabel Coelho Gomes
metadata.dc.contributor.advisorco: Rabang, Helena Rosa Campos
Issue Date: 2011
Abstract: A instrumentação do canal radicular produz a smear layer que cobre a superfície da parede do canal preparado. A remoção da smear layer tem sido o foco de muitos estudos na tentativa de alcançar o máximo do preparo químico-mecânico. Este estudo ex vivo teve por objetivo avaliar a efetividade de diferentes protocolos de irrigação final na remoção da smear layer e formação de erosão na dentina intraradicular. Trinta e cinco caninos humanos extraídos foram instrumentados e randomicamente divididos em 7 grupos, de acordo com o protocolo de irrigação final usado: G1 (ED3M) e G3 (ED3US), EDTA 17% por 3 minutos com agitação manual e ultrassônica, respectivamente; G2 (CA30M) e G4 (CA30US), ácido cítrico 10% por 30 segundos com agitação manual e ultrassônica, respectivamente; G5 (CA3M) e G6 (CA3US), ácido cítrico 10% por 3 minutos com agitação manual e ultrassônica, respectivamente; e G7 (Na3), NaOCl 5,25% por 3 minutos sem agitação (controle). Em seguida, todos os espécimes foram irrigados com NaOCl 5,25%. Os espécimes foram então esplintados longitudinalmente e observados sob Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV) nos terços cervical, médio e apical. Os dados foram analisados com os testes de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney. A eficácia do EDTA 17% e ácido cítrico 10%, na remoção da smear layer, foi significativamente maior que o NaOCl 5,25% (controle). Não houve diferença significativa entre os protocolos de irrigação final testados na remoção da smear layer e efeitos erosivos. Entretanto, quando comparado os três terços, dentro de cada grupo, no G1 (ED3M) e G2 (CA30M), houve uma menor limpeza da smear layer e formação de erosão no terço apical. Quando comparado o terço apical entre os grupos, o G4 (CA30US) foi mais efetivo que o G1 (ED3M) (p=0.0004), G2 (CA30M) (p=0.0018) e G3 (ED3US) (p=0.0003) na remoção da smear layer. Concluiu-se que os protocolos usados neste estudo foram similares, tanto na remoção da smear layer quanto nos efeitos erosivos.
metadata.dc.description.abstractother: Root canal instrumentation produces smear layer which covers the surfaces of prepared canal walls. Removal of the smear layer has been the focus of many studies in an effort to achieve the ultimate chemomechanical preparation. The aim of this ex vivo study was to evaluate the effectiveness of different final irrigation protocols in smear layer removal and erosion in intraradicular dentine. Thirty five extracted human canines were instrumented and randomly divided, according to final rinse techniques used, into 7 groups: G1 (ED3M) and G3 (ED3US), 17% EDTA for 3 minutes with manual and ultrasonic agitation, respectively; G2 (CA30M) and G4 (CA30US), 10% citric acid for 30 seconds with manual and ultrasonic agitation, respectively; G5 (CA3M) and G6 (CA3US), 10% citric acid for 3 minutes with manual and ultrasonic agitation, respectively; and G7 (Na3), 5.25% NaOCl for 3 minutes without agitation (control). Next, all specimens were irrigated with 5.25% NaOCl. Specimens were then split lengthwise and observed under Scanning Electron Microscope (SEM) in apical, middle and coronal thirds. Data were analyzed with Kruskal-Wallis and Mann-Whitney tests. The efficacy of 17% EDTA and 10% citric acid in removing smear layer was significantly greater than 5.25% NaOCl (control). There were no significant differences among final irrigation tested protocols in removing the smear layer and erosive effects. However, when compared the three thirds, inside of each group, in G1 (ED3M) and G2 (CA30M), least smear layer removal and erosion formation was showed in the apical third. When compared the apical thirds, group 4 (CA30US) was more effective than G1 (ED3M) (p=0.0004), G2 (CA30M) (p=0.0018) and G3 (ED3US) (p=0.0003) in smear layer removal. In conclusion, the protocols used in this study were similar in the smear layer removal as well as in erosive effects.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10868
Appears in Collections:PPGO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Alessandro Maggioni.pdf1.14 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons