Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10901
Title: Transtorno de estresse pós-traumático e uso de drogas psicoativas em uma amostra do sistema penitenciário feminino do RJ
Authors: Silva, Byanka Quitete
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Vilma Aparecida da
metadata.dc.contributor.members: Caldas, Luiz Querino de Araújo
Carvalho, Márcia Lázaro de
Nemer, Aline Silva de Aguiar
Silva, Vilma Aparecida da
Christo, George
Issue Date: 2008
Citation: SILVA, Byanka Quitete. Transtorno de estresse pós-traumático e uso de drogas psicoativas em uma amostra do sistema penitenciário feminino do RJ. 2008. 85 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2008.
Abstract: O Transtorno de Estresse Pós Traumático tem se evidenciado cada vez mais, principalmente com o aumento da violência urbana. Este trabalho avaliou a influência dos estressores traumáticos ocorridos na vida de mulheres encarceradas do Sistema Penitenciário Feminino do RJ sobre a prevalência do Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT), assim como no uso / abuso de drogas. Embora existam pesquisas realizadas nesta população, pouco é encontrado na revisão bibliográfica nacional sobre as mulheres aprisionadas, particularmente em revistas indexadas. A relação entre TEPT e consumo de drogas ilícitas também é fortemente sugerida: houve diferença significativa entre as mulheres diagnosticadas com TEPT e aquelas não diagnosticadas em relação ao consumo de drogas ilícitas: 53,5% x 27,3 % (p= 0,016). Foram aplicados instrumentos validados para a identificação de TEPT, traumas vivenciados, uso / abuso de drogas e para traçar o perfil sócio-demográfico desta categoria. Os dados analisados permitem concluir que a prevalência de TEPT nesta população é alta e comparável às populações de maior risco encontradas na literatura, como veteranos da guerra
metadata.dc.description.abstractother: The Posttraumatic Stress Disorder (PTSD) has become more evident, especially due to the increase in urban violence. This study assessed the influence of traumatic stressors in the lives of incarcerated women of the Rio de Janeiro Female Penitentiary System on the prevalence of Posttraumatic Stress Disorder (PTSD), as well as drug use / abuse. Although there are studies on the subject, little can be found about the incarcerated women in Brazil, particularly in indexed journals. Established instruments were used to identify PTSD, trauma events, drug and alcohol use / abuse and socio-demographic characteristics. Data suggested a high PTSD prevalence in this population, similar to that of high-risk populations described in literature, such as War Veterans. The connection between PTSD and illicit drug use was also strongly suggested, as the combination of these were more often related than illicit drug use alone (53,5% x 27,3%; p=0,016)
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10901
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BYANKA QUITETE SILVA dissertação.pdf475.69 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons