Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10911
Title: A influência do pacto de não-agressão germano-soviético e da grande guerra patriótica na luta por direitos políticos e civis dos negros do ocidente
Authors: Fernandes, Pedro de Oliveira Silvino
metadata.dc.contributor.advisor: Abdon, Heron
metadata.dc.contributor.members: Maciel, Fabianne Manhães
Ferreira, Lucas Pontes
Issue Date: 2019
Abstract: O presente trabalho visa expor o impacto que os regimes socialistas, na sua diplomacia e política revolucionára, com destaque para o país da Revolução de Outubro, teve na luta dos negros pelo ocidente. Partindo do ponto de vista materialista e dialético, a análise segue uma linha que não ignora fatos históricos como mero acaso do plano ideal mas como uma série de eventos interligados entre si. Sem perder de vista o contexto histórico de quando os fatos aconteceram. Deste modo, verificamos que a influência da revolução marxista na luta antirracista se dá desde antes do apogeu e queda do fascismo na segunda guerra mundial, ao passo que essa mostrou que um país desindustrializado e atrasado economicamente ao ponto do modo de produção estar repleto de sobrevivencias feudais, não precisa esperar que as condições materiais de desenvolvimento estejam avançadas o suficiente para que se tenha um capitalismo plenamente desenvolvido. Tamanha a influência que durante a época que compreende o pacto de não agressão entre União Soviética e Alemanha, esta primeira se torna porta-estandarte da defesa dos povos oprimidos contra a reação fascista. Nesse aspecto, trazemos à luz o desenvolvimento histórico dos movimentos negros de libertação nacional do século XX e suas ligações diretas e indiretas com o bloco socialista, como tais movimentos se percebiam ante o imperialismo e o papel deles na luta por direitos políticos e civis. Que, apesar da democracia liberal ter sido coroada por ideias iluministas de igualdade, fraternidade e liberdade, tal democracia nem sempre foi universal. Ao ponto de que tal luta se intensifica, encarniça e muda suas condições de acordo com o grau de contradição com o imperialismo, e o modo como essa luta é travada traça os rumos históricos dos povos não brancos de todo o mundo.
metadata.dc.description.abstractother: The present paper aims to expose the impact that the socialist regimes, in their diplomacy and revolutionary politics, highlighting the country of the October Revolution, had in the struggle of the blacks throughout West. Starting from the materialist and dialectical point of view, the analysis follows a line that does not ignore historical facts as mere chance of the ideal plane but as a series of interconnected events. Without losing sight of the historical context of when the events happened. In this way, we verify that the influence of the Marxist revolution in the antiracist struggle occurs from before the apogee and fall of the fascism in World War II, whereas this one showed that a de-industrialized country and economically backward to the point of the mode of production to be full of feudal survivals, one need not expect the material conditions of development to be advanced enough for a fully developed capitalism. There is such an influence that during the era of the non-aggression pact between the Soviet Union and Germany, the former becomes the standard-bearer of the defense of oppressed peoples against the fascist reaction. In this regard, we bring to light the historical development of the black liberation movements of the twentieth century and their direct and indirect links with the socialist bloc, how such movements perceived themselves before imperialism and their role in the struggle for political and civil rights. That, although liberal democracy was crowned by Enlightenment ideas of equality, fraternity and freedom, such a democracy was not always universal. To the extent that such a struggle intensifies, it rails and changes its conditions according to the degree of contradiction with imperialism, and the way this struggle is fought traces the historical course of the non-white peoples of the world.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10911
Appears in Collections:MDI - Trabalho de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC PEDRO FINAL3.pdf767.29 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons