Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10915
Title: "Planto Porque tem quem Pânhe": um relato do empreendimento e da aventura dos produtores rurais em uma "região" do Campo do Coelho, 3o distrito de Nova Friburgo - RJ.
Authors: Mibielli, Bruno Leipner
metadata.dc.contributor.advisor: Lima, Roberto Kant de
metadata.dc.contributor.advisorco: Lobão, Ronaldo Joaquim da Silveira
metadata.dc.contributor.members: Pires, Lenin dos Santos
Cohen, Claude
Castro, Elisa Guarana de
Santos, Priscila Tavarez dos
Issue Date: 2019
Citation: MIBIELLI, Bruno Leipner. "Planto Porque tem quem Pânhe": um relato do empreendimento e da aventura dos produtores rurais em uma "região" do Campo do Coelho, 3o distrito de Nova Friburgo - RJ. 2019. 203 f. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-graduação em Antropologia, Departamento de Antropologia, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.
Abstract: Nesta tese apresento uma narrativa e uma reflexão a partir de trabalho de campo com uma família de produtores convencionais, que moram na localidade de Três Picos, que fica no 3o distrito de Nova Friburgo - RJ, Campo do Coelho. O foco da pesquisa se dirigiu para a atividade de produzir e comercializar produtos agrícolas, em especial as hortaliças, bem como as interações necessárias para a reprodução de uma atividade que é prioritariamente voltada para o mercado. Interações estas que, mesmo voltadas para o mercado, estão permeadas de relações recíprocas acionadas para permitir a troca. Tomando como ponto principal de reflexão a afirmação de uma produtora, que "planta porque tem quem pânhe", apresento uma imagem de um mercado particular, no qual os agentes aparentemente não se apossaram de suas várias formas nem detém poder de determinação de preço ou aniquilação da concorrência. Para tanto usei como método uma imersão na faina produtiva que, nesta região, não se destaca das atividades de circulação e venda
metadata.dc.description.abstractother: In this thesis I present, in a narrative form, a discussion from a fieldwork with a conventional farmer family who lives in the community of Três Picos, part of the 3rd district of Nova Friburgo (RJ) municipality. The research focuses on the production and retailing of agricultural products, especially the vegetables, but also on the interactions necessary to reproduce this activity which is primarily market-oriented. Even these interactions are aimed towards the market they are permeated by reciprocal relations, which are engaged precisely to enable the exchange. In order to do so I took as a point of inflection the statement of a producer, who said that she "plants because has someone to pick it up". Starting with this I could build up an image of a particular market, in which the agents apparently do not have power on setting the price neither power to eliminate the competition. I used as a method an immersion in the daily productive operations that are not apart from the circulation and retail activities in this specific region
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10915
Appears in Collections:NEPEAC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Microsoft Word - Tese Mibielli FINAL.docx.pdf61.02 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons