Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10930
Title: Dopplervelocimetria da artéria oftálmica em gestantes: curva de normalidade
Authors: Oliveira, Cristiane Alves de
metadata.dc.contributor.advisor: Sá, Renato Augusto Moreira de
metadata.dc.contributor.advisorco: Marchiori, Edson dos Santos
metadata.dc.contributor.members: Lugon, Jocemir Ronaldo
Barbosa, Alexandre
Lopes, José Maria de Andrade
Amim Junior, Joffre
Bornia, Rita Bernardete Guérios
Issue Date: 2008
Citation: OLIVEIRA, Cristiane Alves de. Dopplervelocimetria da artéria oftálmica em gestantes: curva de normalidade. 2008. 57 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2008.
Abstract: O ecodoppler ocular tem se mostrado método promissor, objetivo e de grande acuidade no diagnóstico de gravidade de pré-eclampsia, assim como no diagnóstico diferencial entre pré-eclampsia e hipertensão arterial crônica. Não existe consenso sobre os valores de referência dos parâmetros de fluxo ao ecodoppler ocular durante a gestação. O objetivo do presente estudo foi analisar a correlação entre os índices dopplerfluxométricos da artéria oftálmica e a idade gestacional (IG) em pacientes normais com gestação única. Também foram analisadas a reprodutibilidade intra-observador e a correlação entre as medidas dos olhos direito e esquerdo. Foram avaliadas 289 gestantes normais entre 20 e 40 semanas de gestação e determinados o índice de resistência (IR), o índice de pulsatilidade (IP) e o Peak Ratio (PR), através de duas medidas em cada olho. O teste de Kolmogorov-Smirnov foi usado para avaliar se os dados tinham distribuição normal. O teste das ordens assinaladas de Wilcoxon foi utilizado para a comparação entre a primeira e a segunda medidas de cada olho, e entre as medidas obtidas no olho direito e no esquerdo. O coeficiente de correlação de Spearman foi utilizado para avaliação da correlação entre as medidas, enquanto o método gráfico de Bland e Altman para a avaliação da concordância entre as mesmas. A correlação entre os índices e a IG foi realizada pelo coeficiente de correlação de Spearman, sendo também realizada análise de regressão linear. Não houve diferença estatisticamente significativa entre a primeira e a segunda medidas realizadas em cada olho e entre as medidas verificadas nos olhos direito e esquerdo. Foi observada diminuição estatisticamente significativa dos valores de IR e IP com o aumento da IG, porém com baixo R2 para ambos, mostrando que apenas uma pequena proporção da queda observada em IR e IP pode ser associada ao aumento da IG. Não houve correlação significativa entre PR e a IG. A Dopplervelocimetria da artéria oftálmica tem boa reprodutibilidade na avaliação de IR, IP e PR. A análise unilateral desses índices pode ser utilizada. A análise de regressão linear sugeriu que devem haver outros fatores que influenciam a diminuição de IR e IP com o aumento da IG. Não foram observadas mudanças significativas dos valores de PR com o avanço da IG
metadata.dc.description.abstractother: The ocular ecodoppler has shown to be a promising, objective and great acuity method in the diagnosis of severity of preeclampsia, as well as in the differential diagnosis between preeclampsia and chronic hypertension. There is no consensus on the reference values of the flow parameters to the ocular ecodoppler throughout normal pregnancy. The present study aimed at analyzing the correlation between ophthalmic Doppler indices and gestational age (GA) in normal patients with singleton pregnancy. Intra-observer reproducibility and right to left eye correlation were also evaluated. Normal pregnant women (n=289) at 20 to 40 weeks of gestation were evaluated. Resistance index (RI), pulsatility index (PI), and peak ratio (PR) were determined by two measurements in each eye. Kolmogorov-Smirnov test was used to evaluate if data had normal distribution. Comparisons were performed, first between the two measurements in each eye and later between the right and left eyes. Wilcoxon signed-rank test was used for the comparison of measurements. Spearman’s rank correlation was used to study the relationship among them. Bland and Altman’s graphical approach was used to investigate the agreement between measurements. Spearman’s rank correlation was used to analyze the relationship of RI, PI, and PR values with GA. Linear regression analyses were also performed. No significant differences were found between the values obtained for the first and the second measurements in each eye and those for RI, PI, and PR in the right and left eyes. There was a significant decrease in RI and PI values with advancing GA, however with low R2 for both. Thus, only a small proportion of the variations observed in RI and PI is associated with changes in GA. No significant difference was found between the PR values considering GA intervals. Doppler velocimetry is a reproducible technique for the evaluation of RI, PI, and PR in the ophthalmic artery. Unilateral analysis of these indices can be used. Linear regression analysis suggested that other factors are associated with decrease in the RI and PI values with advancing GA. No significant change was observed in the PR values throughout normal pregnancy
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/10930
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CRISTIANE ALVES DE OLIVEIRA dissertação.pdf2.55 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons