Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1098
Title: Erros de medicação na UTI neonatal - construção de um protocolo gerencial a partir dos incidentes críticos
Authors: Silva, Gustavo Dias da
metadata.dc.contributor.advisor: Silvino, Zenith Rosa
metadata.dc.contributor.members: Rodrigues, Elisa da Conceição
Christovam, Barbara Pompeu
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Silva, Gustavo Dias da. Erros de medicação na UTI neonatal: construção de um protocolo gerencial a partir dos incidentes críticos. 2013. 147 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Enfermagem Assistencial)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2013
Abstract: O objeto deste estudo é o erro nos processos do sistema de medicação da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), tendo como objetivo geral elaborar um processo de reestruturação do sistema de medicação da UTIN, com base nos erros de medicação identificados por meio de incidentes críticos. Os objetivos específicos são descrever os sistemas de medicação e de notificação dos incidentes envolvendo medicamentos na UTIN; caracterizar os erros de medicação na UTIN relatados por profissionais de enfermagem; e discutir as situações, comportamento e consequências envolvendo os erros de medicação na UTIN. Foi realizada uma pesquisa aplicada do tipo descritiva, com uma abordagem quanti-qualitativa adotando-se a técnica dos incidentes críticos com base no referencial metodológico de Flanagan. Os sujeitos do estudo incluíram enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem da UTIN de uma maternidade do Rio de Janeiro. A coleta de dados compreendeu duas etapas: observação não-participante e entrevista individual com o uso de um instrumento semi-estruturado. Os incidentes coletados foram categorizados e submetidos à análise estatística e de conteúdo. Foram incluídos no estudo 40 sujeitos, dos quais 13 (32,5%) eram enfermeiros, 26 (65%) técnicos de enfermagem e 1 (2,5%) auxiliar de enfermagem. A média de tempo de experiência profissional foi de 12,6 anos (± 6,6) e de experiência na instituição foi de 8 anos (± 5,3). 65% dos sujeitos eram extra quadro e 77,5% tinham 2 ou mais vínculos de trabalho. Existem três grupos de profissionais diretamente envolvidos nos processos do sistema de medicação: equipe médica, de enfermagem e serviço de farmácia. A caracterização dos relatos dos profissionais de enfermagem revela que o tipo de erro mais freqüente é o de paciente errado (28,2%), seguido de medicamento errado e dose errada (17,0% cada), houve predominância de relatos de incidentes entre os enfermeiros (r=0,98), servidores estatutários, com média de tempo de experiência profissional de 12,6 anos (± 6,6) e tempo de vínculo na instituição de 8,4 anos (± 5,3). Através da análise de conteúdo das entrevistas emergiram 12 temas que foram agrupados nas categorias que compõem o Incidente Crítico: Situações (Sistema de Medicação, Processo de Trabalho e Comunicação); Comportamentos (Proatividade, Admissibilidade, Mestria, Negação); e Conseqüências (Inadequado Gerenciamento do Cuidado, Sofrimento Psíquico, Near miss ou Evento Adverso, Punição e Estratégias de Prevenção). O produto gerado pela análise e interlocução das características peculiares do sistema e do processo de trabalho dos profissionais de enfermagem com as situações, comportamentos e conseqüências dos erros de medicação foi um fluxograma gerencial para reestruturação do sistema de medicação. Os resultados desta pesquisa apontam que a ocorrência de erros e iatrogenias é freqüentemente associada às características sistemáticas e fatores latentes institucionais, sendo a interface destas características do sistema de medicação com o processo de trabalho vivo em ato do profissional de enfermagem, fator determinante para a ocorrência de incidentes críticos negativos envolvendo o uso de medicamentos na UTIN
metadata.dc.description.abstractother: The object of this study is the error in the processes of the medication system of Neonatal Intensive Care Unit (NICU), aiming to propose a general restructuring of the NICU medication system, based on medication errors identified by critical incidents. The specific objectives are to describe the medication systems and notification of incidents involving drugs in the NICU; characterize medication errors reported by the NICU nurses, and discuss situations, behavior and consequences involving medication errors in the NICU. We performed a descriptive type of applied research with a quantitative and qualitative approach adopting the critical incident technique based on the methodological framework of Flanagan. The study subjects included nurses, technicians and nursing assistants of a maternity in Rio de Janeiro. Data collection involved two stages: non-participant observation and individual interviews using a semi-structured instrument. The incidents were categorized collected and subjected to statistical analysis and content. The study included 40 subjects, 13 (32.5%) nurses, 26 (65%) nursing technicians and 1 (2.5%) nursing assistant. The average professional experience was 12.6 years (± 6.6) and experience in the institution was 8 years (± 5.3). 65% of subjects were extra frame and 77.5% had 2 or more working links. There are three groups of professionals directly involved in the processes of the medication system: medical staff, nursing and pharmacy service. The characterization of the reports of nurses reveals that the most frequent type of error is to the wrong patient (28.2%), followed by wrong drug and wrong dose (17.0% each), there was a predominance of reported incidents between nurses (r = 0.98), servers with average professional experience of 12.6 years (± 6.6) and time to bond with the institution of 8.4 years (± 5.3). Through content analysis of the interviews revealed that 12 subjects were grouped in categories of the Critical Incident: Situation (Medication System, Work Process and Communication); Behaviors (Proactivity, Admissibility, Mastery, Denial) and Consequences (Inadequate Management Care, Suffering Psychic, near miss or adverse event, Punishment and Prevention Strategies). The product generated by analysis and dialogue of the characteristics of the system and the working process of nursing with the situations, behaviors and consequences of medication errors was a flowchart for managerial restructuring of the medication system. The results of this study indicate that the occurrence of iatrogenic errors and is often associated with systemic features and latent institutional factors, and the interface of these characteristics of the medication system in the process of work in action nursing professional factor for the occurrence of negative critical incidents involving the use of drugs in the NICU
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1098
Appears in Collections:MPEA - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gustavo Dias da Silva.pdf3.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.