Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11006
Title: Avaliação da probabilidade para neoplasias malignas da mama através das classificações BI-RADS 3 e BI-RADS 4 nos âmbitos ultrassonográfico e mamográfico em uma unidade de saúde de Niterói-RJ
Authors: Mello, Thaís Garcia Veríssimo
metadata.dc.contributor.advisor: Soares, Rosa Leonôra Salerno
metadata.dc.contributor.advisorco: França, Bartolomeu da Câmara
metadata.dc.contributor.members: Athayde, Carmen Lúcia de Abreu
Faria, Carlos Augusto
Souza, Flávio Monteiro de
Issue Date: 2019
Citation: MELLO, Thaís Garcia Veríssimo. Avaliação da probabilidade para neoplasias malignas da mama através das classificações BI-RADS 3 e BI-RADS 4 nos âmbitos ultrassonográfico e mamográfico em uma unidade de saúde de Niterói-RJ. 2019. 50 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Materno-Infantil) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.
Abstract: Introdução: O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. O estudo de laudos ultrassonográficos e mamográficos fundamentados nas classes BI-RADS 3 e BI-RADS 4 com o objetivo de prever a existência de câncer mamário à luz dos exames histopatológicos reveste-se de crucial importância, ao nosso ver, por buscar o diagnóstico de certeza. Assim, agilizando a iniciativa terapêutica, que na proporção direta da precocidade do seu início estará a probabilidade da cura. Objetivo: Estabelecer relação entre os índices de BI-RADS 3 e BI-RADS 4 na ultrassonografia bem como na mamografia e os resultados histopatológicos referentes, através da análise de prontuários de mastologia das pacientes atendidas na Clínica Niterói de Assistência da Mulher, no período de fevereiro de 2015 a fevereiro de 2017. Método e Técnica: É estudo observacional, retrospectivo, que estabeleceu relação entre os índices de BI-RADS 3 e BI-RADS 4 na ultrassonografia bem como na mamografia e os resultados histopatológicos referentes, através da análise de resultados dos exames de rastreamento de prontuários de mastologia das pacientes atendidas na Clínica Niterói de Assistência da Mulher no período de fevereiro de 2015 a fevereiro de 2017. Foram excluídos os prontuários masculinos, biópsia percutânea por agulha grossa compatível com Mastite Granulomatosa Idiopática e prontuários com exames de mamografia e ultrassonografia classificados em BI-RADS 1, BI-RADS 2, BI-RADS 5 e BI-RADS 6. Resultados: A média das idades, através do cálculo, foi de 47 anos, tendo sido estabelecido três faixas etárias para os prontuários estudados, sendo elas: de 18 aos 50 anos (29,3%) dos prontuários, dos 51 aos 69 anos (52,3%) e dos 70 aos 89 anos (18,4%). A população estudada englobou a população dos municípios de Niterói (45,5%) e São Gonçalo (45,2%), como maioria, seguidas por Maricá (6,8%) e Itaboraí (2,5%). Observamos o total de casos positivos para câncer de mama na população estudada, com um total de 6,1% de casos positivos para câncer de mama e 93,9% de casos negativos para câncer de mama na amostra analisada com os respectivos BI-RADS 3 e 4. Na análise estatística dos grupos observamos que o grupo 1 é estatisticamente igual ao grupo 2, de casos positivos de câncer de mama após biopsia percutânea por agulha grossa. Assim como, o grupo 1 é equivalente ao grupo 3. Logo grupo 1, grupo 2 e grupo 3 equivalem-se estatisticamente nos resultados. No entanto, quando MMG BI-RADS 4 e USG BI-RADS 4 (grupo 4), este se diferencia significativamente de todos os outros. Quando estabelecemos apenas dois grupos, considerando o somatório do grupo 1, grupo 2 e grupo 3 como Grupo BI-RADS 3 ou BI-RADS discordantes e comparamos com o Grupo 4, que foi renomeado de Grupo BI-RADS 4 concordantes, encontramos que a razão de chances é de 9,9. Conclusão: Pelo exposto concluímos, que diante das concomitâncias da categoria BI-RADS 4 na ultrassonografia e na mamografia, a probabilidade de se detectar câncer de mama pelo estudo histopatológico é dez vezes maior do que a concomitância em BI-RADS 3 sobremaneira quando ocorre discordância entre eles
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: Breast cancer is the most common type of cancer among women in Brazil and the world. The study of ultrasonographic and mammographic reports based on the BI-RADS 3 and BI-RADS 4 classes with the objective of predicting the existence of breast cancer in the light of the histopathological exams is of crucial importance, in our view, to seek the diagnosis of assurance. Thus, streamlining the therapeutic initiative, which in the direct proportion of the precocity of its beginning will be the probability of cure. Objective: To establish a relationship between BI-RADS 3 and BI-RADS 4 indices on ultrasonography as well as mammography and related histopathological results, through the analysis of the mastology charts of patients attended at the Niterói Women's Assistance Clinic in the period of February 2015 through February 2017. Method and Technique: It is an observational, retrospective study that established a relationship between BI-RADS 3 and BI-RADS 4 indices on ultrasound as well as mammography and related histopathological results, by analyzing the results of the medical records mastology of the patients treated at the Niterói Clinic for Women's Care from February 2015 to February 2017. Male records were excluded, percutaneous needle biopsy compatible with Idiopathic Granulomatous Mastitis and charts with mammography and ultrasonography classified in BI- RADS 1, BI-RADS 2, BI-RADS 5 and BI-RADS 6. RESULTS: The mean age was 47 years, with three age groups for the medical records: 18 to 50 years (29.3%) of the medical records, from 51 to 69 years old (52.3%) and from 70 to 89 years (18.4%). The studied population comprised the population of the municipalities of Niterói (45.5%) and São Gonçalo (45.2%), followed by Maricá (6.8%) and Itaboraí (2.5%). We observed a total of positive cases for breast cancer in the population studied, with a total of 6.1% of cases positive for breast cancer and 93.9% of cases negative for breast cancer in the sample analyzed with the respective BI-RADS 3 and 4. In the statistical analysis of the groups we observed that group 1 is statistically equal to group 2, of positive cases of breast cancer after percutaneous biopsy by thick needle. Similarly, group 1 is equivalent to group 3. Therefore group 1, group 2 and group 3 are statistically equivalent in the results. However, when MMG BI-RADS 4 and USG BI-RADS 4 (group 4), this differs significantly from all others. When we established only two groups, considering the sum of group 1, group 2 and group 3 as Group BI-RADS 3 or BI-RADS discordant and compared with Group 4, which was renamed of Group BI-RADS 4 concordant, we found that the odds ratio is 9.9. CONCLUSION: In view of the concomitants of BI-RADS 4 category in ultrasonography and mammography, the probability of detecting breast cancer by histopathological study is ten times higher than the concomitance in BI-RADS 3 especially when there is disagreement between them
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11006
Appears in Collections:MESP-MI - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
THAÍS GARCIA VERÍSSIMO MELLO DISSERTAÇÃO.pdf361.78 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons