Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11182
Title: Poéticas da ruína : um estudo das relações entre historia, ficção e teoria nas obras de Bernardo Carvalho
Authors: Fidalgo, Larissa Moreira
metadata.dc.contributor.advisor: Jobim, José Luís
Issue Date: 2016
Abstract: Segundo Paul Ricoeur (2010a), há, entre a atividade de narrar uma história e o caráter temporal da experiência humana, uma correlação que não é puramente acidental, mas apresenta uma forma de necessidade transcultural. Se considerarmos, portanto, que o tempo torna-se humano na medida em que está articulado de modo narrativo, produzindo a continuidade e a unidade de nossa consciência, perceberemos que ao longo da história várias foram as tentativas de se compreender seus mecanismos de funcionamento. Tais tentativas, por sua vez, reduziam-se ao estabelecimento de um padrão regular e homogêneo na relação passado/presente responsável por guiar nossas experiências do mundo. Entretanto, reconhecendo os procedimentos de controle e exclusão de todo discurso que se pretende verdadeiro e a impossibilidade de conhecermos o passado em sua totalidade, a ficção pós-moderna sugere que mudemos nosso horizonte de análise, direcionando nossa atenção para os sistemas de signos narrativizados que conferem forma à nossa experiência temporal. E é justamente nesse contexto metaficcionalmente autoconsciente, lembrando as considerações da teórica canadense Linda Hutcheon (1991), que o presente trabalho encontra-se inserido. Afinal, se o pós-modernismo pode ser entendido não apenas como dúvida aos fundamentos do conhecimento, mas como dúvida sobre a relação entre duas ou mais partes, verificamos que o retorno ao passado histórico operado pela metaficção historiográfica configura-se como uma abertura de possibilidade a diferentes orientações textuais sobre o passado, colocando em jogo não apenas a forma como conhecemos o passado histórico, como também a tradicional fronteira que separava os discursos histórico e ficcional. Dessa forma, questionando a maneira pela qual conhecemos o tempo passado e suas implicações no tempo presente, veremos de que forma a literatura contemporânea desconstrói a noção de centro, de uma imagem transitiva de “verdade”, abrindo espaço para novas marcas temporais e identitárias. A partir dessa perspectiva, analisaremos os romances Nove noites e O filho da mãe, ambos do brasileiro Bernardo Carvalho.
metadata.dc.description.abstractother: According to Paul Ricoeur (2010a), there is between the activity of telling a story and the temporal character of human experience, a correlation which is not purely accidental, but presents a form of transcultural need. Therefore, if we consider that the human experience of time is represented by the narrative, we will notice that throughout history there have been many attempts to understand how narrative works to organize the aspects of our “being and time”. Such attempts, in turn, were confined to the establishment of a regular pattern concerning the relation past/present responsible for guiding our experiences in the world. However, post-modern fiction suggests that we must change our horizon of analysis, directing our attention to the systems of signs that confer form to our temporal experience. In other words, in fiction this means that it is usually metafiction that is equated with the postmodern (HUTCHEON, 1991). The postmodern relationship between fiction and history is an even more complex one of interaction and mutual implication. Historiographic metafiction works to situate itself within historical discourse without surrendering its autonomy as fiction. This interactions can be considered as an a possibility to different textual guidance about the past, putting into play not only the way we know the historical past , as well as the traditional border separating the historical and fictional discourse. Questioning the manner by which we know the past time and its implications in the present time, contemporary literature deconstructs the notion of what we call “transitive causality”, opening space for new temporal dimensions. From this perspective, this dissertation aims to analyze the novels Nine nights and O filho da mãe, both written by Bernardo Carvalho.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11182
Appears in Collections:POSLIT - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO (corrigida)- LARISSA FIDALGO Word.pdf925.85 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons