Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11245
Title: O trabalho do assistente social no CRAS: reflexões sobre a autonomia relativa e a materialização do projeto ético-político
Authors: Rangel, Rosana dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor: Martins, Valter
metadata.dc.contributor.advisorco: Martins, Valter
metadata.dc.contributor.members: Alvarenga, Cláudia Mara Barboza dos Santos
Anda, Marcélia Cardoso Alves
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: RANGEL, Rosana dos Santos. O trabalho do assistente social no CRAS: reflexões sobre a autonomia relativa e a materialização do projeto ético-político. 2019. 53 f. Trabalho de conclusão de curso (graduação em Serviço Social)--Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional, Campos dos Goytacazes, 2019
Abstract: O presente estudo tem como objetivo compreender e analisar o trabalho do assistente social no CRAS a partir de reflexões sobre a autonomia relativa e materialização do Projeto Ético-Político.O Centro de Referência da Assistência Social – CRAS, também conhecido como Casa das Famílias, foi estabelecido na NOB/SUAS do ano de 2005 e está inserido no Plano Nacional da Assistência Social, no nível de proteção social básica, como unidade pública estatal responsável por executar os serviços caracterizados neste grau de complexidade, e organizar a rede de serviços sócio assistenciais no âmbito local. Ao Serviço Social presente no CRAS, compete articulado aos demais profissionais, intervir nas demandas presentes em sua área de abrangência, superando as situações de risco na vulnerabilidade social, garantindo a efetividade dos direitos de seus usuários, bem como, almejando o empoderamento das famílias. Porém, há vigente um capitalismo globalizado, com novas exigências do mercado de trabalho, em que o próprio profissional assistente social, trabalhador inserido na divisão sócio técnica do trabalho, visualiza cenários de grandes retrocessos nas conquistas econômicas e sociais para toda a classe trabalhadora do país.Assim, objetiva-se inquirir, como se dá a atuação destes profissionais no CRAS, enquanto equipamento de proteção social, e, como a autonomia relativa e a materialização do projeto profissional se fazem nesses espaços sociais, no cotidiano do trabalho
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11245
Appears in Collections:SGM - Trabalhos de Conclusão de Curso - Campos dos Goytacazes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TFC Rosana para RI.pdf266.77 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.