Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11249
Title: Os gêneros nos livros didáticos de Português: concepção discursiva ou textual?
Authors: Alves, Sione Pereira
metadata.dc.contributor.advisor: Almeida, Ricardo Luiz Teixeira
metadata.dc.contributor.members: Vargens, Dayala Paiva de Medeiros
Biar, Liana de Andrade
Issue Date: 2015
Abstract: O presente trabalho investiga as concepções (discursiva e textual) dos gêneros que embasam um importante recurso utilizado no contexto escolar – o Livro Didático de Português (LDP), a partir da fundamentação teórica apresentada no Manual do Professor (MP) e analisando as atividades que contemplam os eixos de leitura e produção textual, referentes ao 9º ano de escolaridade, de duas coleções aprovadas pelo Programa Nacional do Livro Didático – 2014 (PNLD – 2014), a saber: Português: Linguagens, de Cereja e Magalhães, e Tecendo Linguagens, de Oliveira et al. O objetivo consiste em reconhecer se as atividades se apoiam de fato em alguma(s) vertente(s) dos estudos de gêneros. Em caso afirmativo, qual (quais) predomina(m)? O arcabouço teórico desta dissertação é formado pela perspectiva dialógica de gêneros, de Bakhtin (1992, 2006 e 2011), vinculado à vertente discursiva. No entanto, devido às concepções sobre gêneros que circulam no contexto escolar, tornou-se necessária uma revisão da literatura dos estudos de Marcuschi (2008 e 2010), que possuem direcionamento para a vertente textual; e os de Schneuwly e Dolz (2004), que mesclam ambas concepções. Embora todos os estudos sobre gêneros tenham Bakhtin como referência, cada vertente possui encaminhamento, apreciações valorativas e tratamento didático que lhe são peculiares, sendo, portanto, relevantes para a compreensão do tratamento dos gêneros nos LDP. Nosso critério de escolha das atividades aqui analisadas tem a ver com sua relevância para nossa investigação, que possui natureza descritiva e interpretativista. Nossos resultados incluem a percepção que as atividades de leitura e produção textual do quarto volume, da Coleção Português: Linguagens, não satisfazem os princípios de nenhuma das vertentes dos estudos de gêneros; já as atividades do quarto volume da Coleção Tecendo Linguagens, contemplam alguns princípios da abordagem textual, mas de forma limitada. Além disso, o que é declarado no Manual do Professor nem sempre corresponde às atividades do Livro do Aluno, visto que as teorias que os autores dizem basear-se não são evidenciadas nas atividades apresentadas, como observamos na primeira coleção. Concluímos que, seja qual for a filiação teórica assumida pelos LDP, a possibilidade de um trabalho promissor reside na consistência de suas propostas, elaboradas a partir de conceitos claramente definidos, garantindo que a teoria e a prática estejam em consonância, o que não parece ser o caso das coleções analisadas.
metadata.dc.description.abstractother: This study investigates the treatment of genres in an important resource used in the school context - the Textbook of Portuguese as Mother Tongue (LDP), starting with the theoretical framework presented in the Teacher's Manual (MP) and analyzing the activities included in the reading and text production axes of the 9th grade of, two collections approved by the Brazilian National Textbook Program – 2014 (PNLD -2014), namely: Português: Linguagens, by Cereja and Magalhães, and Tecendo Linguagens, by Oliveira et al. The goal is to recognize if the activities are supported in fact by some tendency of the genre studies. And if so, which one(s) predominate(s)? The theoretical framework of this research consists in the studies on genre under Bakhtin’s dialogical perspective (BAKHTIN, 1992, 2006, 2011), subscribing, thus, to the discursive tradition in genre studies. However, due to the multiple perspectives that influence school practices, it became necessary to review the studies by Marcuschi (2008 and 2010), which adopta textual perspective on genre, and the ones by Schneuwly and Dolz (2004), which mix both perspectives. Although every tradition of genre studies has Bakhtinas a reference, each has its own peculiar rationale, procedures, value and didactic treatment, being thus relevant to the comprehension of the treatment of genres in the LDP.Our criterion for the selection of activities analyzed here has to do with their relevance to our investigation, which is marked by a descriptive and interpretive nature. Our results include the perception that the activities of reading and textual production of the fourth book of the collection Português: Linguagens do not meet the principles of anyperspective of genre studies; the activities of the fourth book of the collection Tecendo Linguagens, on the other hand, include some of the principles of a textual approach to genres, but in a somewhat limited way. Besides this, we have found that what is stated in the Teacher's Guide does not always correspond to the Student Book activities, since the theories that the authors claim to support them are not evident in the actual activities, as noted in the first collection. We conclude that whatever the theoretical affiliation assumed by the LDP, the possibility of a promising work lies in the consistency of, proposals elaborated from concepts clearly defined, making sure that theoryand practice are in harmony, which does not seem to be the case of the material analyzed here.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11249
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - SIONE ALVES.pdf3.09 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons