Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11252
Title: Sátira na paródia e no pastiche: análise linguistíco-discursiva de textos humorísticos de autoria de Marcelo Adnet
Authors: Cardoso, Gabriela de Lourdes Porfírio
metadata.dc.contributor.advisor: Menezes, Vanda
metadata.dc.contributor.members: Abreu, Maria Teresa Tedesco Vilardo
Vereza, Solange Coelho
Issue Date: 2015
Abstract: A presente pesquisa, que se filia a pressupostos teóricos adotados pela Linguística Textual, objetiva analisar processos de referenciação, a partir de um corpus constituído de peças humorísticas compostas por paródias e pastiches de autoria de Marcelo Adnet e veiculadas por videoclipes, nas perspectivas sociocognitivista de Mondada e Dubois (2003) e semiolinguística de Patrick Charaudeau (1999). De acordo com a perspectiva sociocognitivista, a significação de um ato de linguagem não é algo preexistente, mas sim algo que depende de uma interpretação; segundo a teoria semiolinguística, a significação de um ato de linguagem também depende dos protagonistas no interior da prática discursiva, sendo por eles construída. A hipótese norteadora das análises foi a de que os textos que compõem o corpus deste trabalho, pertencentes ao gênero letra de música e encarados pelo senso comum apenas como paródias, constituem-se como críticas irônicas: ora a discursos que adotam uma postura de rejeição em relação aos gêneros musicais nos quais se ancoram, ora à estética adotada pelo gênero musical que adotam; ora à postura e a discursos, cujos combates estão na base ideológica do gênero musical a que se ligam. Dessa forma, pretendemos comprovar o viés satírico que esses textos assumem. A análise permitiu verificar que os processos de referenciação colaboram no reforço de um projeto de dizer crítico e irônico do sujeito comunicante ou social, além de ajudar tanto na identificação da identidade social desse sujeito, quanto na construção da identidade discursiva do sujeito enunciador ou individual.
metadata.dc.description.abstractother: This research, under the scope of Text Linguistic’s theorical presuppositions, aims to analyze reference process, based on a corpus constituted by humoristic pieces composed by parodies and pastiches by comedian Marcelo Adnet and supported by videoclips, with the theoretical contribution of sociocognitive perspective proposed by Mondada and Dubois (2003) and semiolinguistics theory proposed by Patrick Charaudeau (1999). According to sociocognitive perspective, the meaning of a language act does not pre-exist, but depends on interpretation; according to semiolinguistics theory, the meaning of a language act also depends on the protagonist inside of discursive practice. Our analyses were guided by the hypothesis that this research’s corpus, that belong to music letter genre and is known by commom sense as parodies, are actually ironic critics, sometimes to discourses that reject an specific music genre; sometimes to the aesthetic’s music genre adopted; sometimes to stance and the discourses, which opponents are on the the ideological basis of the musical genre adopted. In that way, we intended to prove the satirical approach of theses texts. The analysis allowed to verify that reference process enfacizes a critic and satiric communicator-subject’s or social-subject “projet de parole”, and also helps to identify communicator-subject’s social identity and to construct enunciator-subject or individual-subject discursive identity.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11252
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Completa FINALIMPRESSAO.pdf2.5 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons