Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11265
Title: A informação como instrumento técnico-operativo: desafios do trabalho do assistente social
Authors: Moraes, Mayara Moura
metadata.dc.contributor.advisor: Martins, Valter
metadata.dc.contributor.members: Martins, Valter
Coelho, Maria Clélia Pinto
Moraes, Carlos Antonio de Souza
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: MORAES, Mayara Moura. A informação como instrumento técnico-operativo: desafios do trabalho do assistente social. 2017. 57 f. Trabalho final de curso (Bacharelado em Serviço Social)--Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional, Campos dos Goytacazes, 2017.
Abstract: O trabalho do assistente social exige que o profissional domine competências de caráter teórico-metodológico, ético-político e técnico-operativo. A articulação dessas competências faz com que o profissional conduza sua intervenção de modo crítico e tenha subsídios para eleger os instrumentos que serão utilizados no seu trabalho nos diversos espaços sócio-ocupacionais existentes, sobretudo, nas políticas sociais, para que os usuários demandantes do seu serviço tenham suas necessidades atendidas, mas de forma consciente. Neste sentido a informação, principalmente a considerada qualificada, pode ser apropriada como um instrumento para o trabalho do assistente social, de modo a propiciar aos seus usuários um conhecimento, que se for apreendido por estes poderá permitir que políticas, programas e serviços sociais sejam acessados, a partir de um conhecimento produzido a esses sujeitos, mobilizando suas consciências de modo que este mesmo possa transformar sua realidade, contudo, entende-se que dependerá de como será recebida essa informação e resguardando a liberdade dos usuários de utilizar ou não o conhecimento socializado. Após compreender como a informação pode ser utilizada no cotidiano de trabalho dos assistentes sociais, este estudo visa analisar os desafios do assistente social na apropriação da informação enquanto instrumento para o seu trabalho e destaca as possibilidades, mesmo diante do atual cenário político do país, que incide diretamente nas políticas e reflete no trabalho do assistente social, que deverá enfrentar as “armadilhas” do capital impostas na lógica da não efetivação de direitos, agora focalizados e seletivos, criando estratégias para que seu trabalho seja feito, na perspectiva da defesa e ampliação dos direitos, que é o que legitima a profissão e a faz ser reconhecida enquanto categoria
metadata.dc.description.abstractother: The work of the social worker requires that the professional master competences of theoretical-methodological, ethical-political and technical-operational character. The articulations of these competencies makes the professional conduct his intervention in a critical way and have subsidies to choose the instruments that will be used in his work in the various socio-occupational spaces existing, above all, in social policies, so that users demanding their service Have their needs met, but consciously. In this sense, information, especially considered qualified, can be appropriate as an instrument for the work of the social worker, so as to provide its users with knowledge, which if apprehended by them may allow social policies, programs and services to be accessed , From a knowledge produced to these subjects, mobilizing their consciences so that it can transform their reality, however, it is understood that it will depend on how this information will be received and safeguarding the freedom of users to use socialized knowledge or not . After understanding how the information can be used in the daily work of social workers, this study aims to analyze the challenges of the social worker in the appropriation of information as an instrument for their work and highlights the possibilities, even in the current political scenario of the country, that Focuses directly on the policies and reflects on the work of the social worker, who must face the "traps" of capital imposed in the logic of non-effective rights, now focused and selective, creating strategies for their work to be done, from a defense and expansion perspective of rights, which is what legitimizes the profession and makes it recognized as a category
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11265
Appears in Collections:SGM - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Final.pdf487.88 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.