Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11361
Title: Desafios do combate a poluição da região hidrográfica da Baía de Guanabara
Authors: Aguiar Neto, Thales Calmon de
metadata.dc.contributor.advisor: Sella, Silvia Maria
metadata.dc.contributor.members: Sella, Silvia Maria
Miranda, Fabio da Silva
Alves, Odivaldo Cambraia
Issue Date: 30-Nov-2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Aguiar Neto, Thales Calmon de. Desafios do combate a poluição da região hidrográfica da Baía de Guanabara. 2018. 65f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química Industrial) - Instituto de Química, Universidade Federal Fluminense, 2018.
Abstract: A questão ambiental tem sido tema constante e crescente de pesquisa desde a Rio 92. No país com a maior reserva de água doce do mundo, a responsabilidade com o meio ambiente tem um componente a mais no que diz respeito aos seus corpos d’água. À cidade do Rio de Janeiro, como cartão postal do Brasil, segunda maior metrópole nacional, cidade costeira e guardiã de grande patrimônio de biodiversidade brasileira, portanto, cabe ser exemplo na preservação de seus corpos d’água. No entanto, o alto custo da universalização do saneamento básico numa cidade de desigualdade social exacerbada, e a negligência dos órgãos responsáveis resultaram nos dados alarmantes revelados nesse trabalho. Apesar dos esforços recentes para reverter esse cenário, muito ainda precisa ser feito tanto no campo legal como no campo técnico. Para revelar as principais lacunas à serem preenchidas, primeiramente esse trabalho levantou dos dados estatísticos, técnicos e legais sobre a poluição dos corpos d’água da região metropolitana, tendo como seu principal corpo receptor a Baía de Guanabara. Em segunda instância, buscou-se entender o que faz com que apesar do grande investimento ao longo principalmente dos últimos 20 anos, o que se observa ainda ser tão preocupante. Derradeiramente, princípios de engenharia e química verde foram usados para propor e discutir métodos que diminuam o custo e aumente eficiência na preservação dos corpos d’água cariocas.
metadata.dc.description.abstractother: Environment has been a constant and growing research issue since the Rio 92 Conference. The nation with the biggest fresh water reserve, therefore, falls with a higher responsibility over preserving its water bodys. Rio de Janeiro, Brazilian post card, second biggest national metropolis, coastal city and guardian of great deal of biodiversity must then be a leader on the the fight to preserve its water bodys. Although, the universilization of the sanitation service cost in a city with highly uneven social patterns, and State negligence has lead to disturbing data here presented. Great effort has been done recently, however a lot still must be done both in the practical and legal fields. In order to reveal the main sources of the problem, firstly this work collected technical, statistical and legal data over the pollution of the water bodys of the metropolitan area, having the Guanabara Bay as its main receiving water body. Secondly, this work seeked understanding despite big investments through the last 20 years, water pollution results are still source of great concern. Lastly, principles of green engineering and chemistry were used to search and evaluate cost reducing and efficiency enhancing methods to preserve the region’s water bodys.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11361
Appears in Collections:GGQ - Trabalhos de Conclusão de Curso - Bacharelado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MFC 2018.1_ Thales Calmon de Aguiar Neto.pdfMonografia de Final de Curso1.73 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons