Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11542
Title: Sabão artesanal: proposta para o ensino de química inserido na “cultura do fazer”
Authors: Oliveira, Caroline Marangoni da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Chinelli, Maura Ventura
metadata.dc.contributor.members: Farias, Florence Moellman Cordeiro de
Selles, Jairo Paes
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: OLIVEIRA, Caroline Marangoni da Silva. Sabão artesanal: proposta para o ensino de química inserido na "cultura do fazer". Niterói, 2019. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química) - Instituto de Química, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.
Abstract: O trabalho foi elaborado com o objetivo de investigar o uso de metodologias ativas em salas de aula de Química na Educação Básica, em especial as que possam ser identificadas com a “cultura do fazer”, a fim de avaliar seu potencial inovador e propor estratégias para a aprendizagem ativa de conhecimentos químicos dentro dessa cultura. A metodologia consistiu em buscar, nas publicações dos 5 últimos anos da revista Química Nova na Escola, indícios de que metodologias ativas, sobretudo as identificadas com a cultura do fazer, são desenvolvidas nas aulas de Química. Os resultados apontam que metodologias ativas são pouco desenvolvidas (apenas 32% dos artigos analisados), e raramente com o foco em aprender a fazer algo que possa ser usado, como se estava buscando. Por acreditar que essa é uma metodologia de ensino estimulante, que pode mostrar o quanto a Química está presente em nossas vidas, a cultura do fazer foi usada neste trabalho como um grande aliado no ensino de Química, através de uma proposta de projeto em que são feitos sabão e sabonete. Afinal a partir dela os alunos podem transformar seus conhecimentos em produtos com grandes utilidades em seu dia a dia, dando a eles um pouco de liberdade para produzir parte dos produtos de limpeza de que necessitam.
metadata.dc.description.abstractother: The aim of this work was to investigate the use of work methologies in Chemistry classrooms in Basic Educations, especially those thar can be used with a maker culture, na active learning of puppies within that culture. The methodology consisted in searching in the publications of the last 5 years of the magazine Química Nova na Escola, the indicators that the techniques are geared towards children with the maker culture, are conducted in Chemistry classes. The indicators that are active methodologies are small ( only 32% os articles analvzed), and appear with the focus on learning methology, what can show how much a child is presente in our lives, a make culture what is a Project situation in elementar school? Made soap. After all, from now on, your skills can be useful in products with great utilities in your day, giving them a little freedom to be parto f the cleaners of what they are.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11542
Appears in Collections:QLICN - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MFC_ CAROLINE MARANGONI.pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons