Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11579
Title: A audiência judicial em ação: uma etnografia das interações entre juristas e jurisdicionados na França
Other Titles: THE JUDICIAL HEARING IN ACTION: AN ETNOGRAPHY OF THE INTERACTIONS BETWEEN JURISTS AND LAY PEOPLE
Authors: Geraldo, Pedro Heitor Barros
Issue Date: 2013
Publisher: FGV
Citation: GERALDO, Pedro Heitor Barros. A audiência judicial em ação: uma etnografia das interações entre juristas e jurisdicionados na França. Revista Direito GV, v. 9, n. 2, p. 635-658, 2013.
metadata.dc.relation.ispartof: Revista Direito GV, v. 9, n. 2, p. 635-658, 2013.
Abstract: ESTE ARTIGO PROCURA DESCREVER AS INTERAÇÕES ENTRE JURISTAS E LEIGOS NOS FÓRUNS. AS AUDIÊNCIAS JUDICIAIS SÃO UM AMBIENTE INTERESSANTE ONDE PODEMOS OBSERVAR ESSAS INTERAÇÕES ENTRE PROFISSIONAIS E LEIGOS. A PESQUISA DE CAMPO É BASEADA NA OBSERVAÇÃO DE AUDIÊNCIAS DE JUÍZES DE PROXIMIDADE EM FÓRUNS DO SUDESTE DA FRANÇA EM CINCO FÓRUNS DIFERENTES. O OBJETIVO É COMPREENDER AS INTERAÇÕES ATRAVÉS DE UMA ABORDAGEM ETNOMETODOLÓGICA. COMO RESULTADOS, EU PUDE DESCREVER UMA ATIVIDADE REFLEXIVA ENTRE JURISTAS E LEIGOS. POR UM LADO, JURISTAS EXPLICAM O DIREITO UTILIZANDO A LINGUAGEM COMUM, ENQUANTO OS JURISDICIONADOS SE ESFORÇAM PARA COMPREENDER AS NORMAS JURÍDICAS EM FUNÇÃO DE SUAS FINALIDADES PRÁTICAS. ESSA ATIVIDADE É POSSÍVEL GRAÇAS À CAPACIDADE DE CRIAR FERRAMENTAS COGNITIVAS USANDO ACCOUNTS CONTEXTUAIS. FINALMENTE, O TRABALHO NAS AUDIÊNCIAS JUDICIAIS PERMITE OBSERVAR COMO O DIREITO É REALIZADO ATRAVÉS DAS FERRAMENTAS COGNITIVAS QUE SÃO DESENVOLVIDAS NAS INTERAÇÕES ENTRE JURISTAS E JURISDICIONADOS
metadata.dc.description.abstractother: THIS PAPER AIMS TO DESCRIBE THE ASYMMETRIC INTERACTIONS BETWEEN JURISTS AND LAY PEOPLE IN COURTROOMS. THE HEARINGS ARE AN INTERESTING ENVIRONMENT WHERE WE CAN OBSERVE THESE INTERACTIONS BETWEEN EXPERTS AND LAY PEOPLE. THE RESEARCH IS BASED ON OBSERVATION OF HEARINGS OF THE “JUGES DE PROXIMITÉ” IN COURTROOMS IN SOUTHERN FRANCE IN FIVE DIFFERENT COURTS. THE MAIN GOAL IS TO PROVIDE A THICK DESCRIPTION OF THESE INTERACTIONS FOR THE ANALYSIS IN AN ETHNOMETHODOLOGICAL POINT OF VIEW. AS A RESULT, I COULD DESCRIBE A REFLEXIVE ACTIVITY BETWEEN JURISTS AND LAY PEOPLE. IN ONE HAND, THE JURISTS EXPLAIN THE LAW IN ORDINARY LANGUAGE WHILE THE LAY PEOPLE MAKE A STRUGGLE TO UNDERSTAND THE LEGAL ASSESSMENTS FOR PRACTICAL PURPOSES. THIS ACTIVITY IS POSSIBLE DUE TO THE CAPACITY OF CREATING COGNITIVE TOOLS USING CONTEXTUAL ACCOUNTS. FINALLY, THE COURT HEARINGS WORK ALLOWS OBSERVING HOW THE LAW IS ACCOMPLISHED WITH THE COGNITIVE TOOLS WHICH ARE DEVELOPED BY THE INTERACTIONS OF LAWYERS AND LAY PEOPLE
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11579
Appears in Collections:NEPEAC - Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
21447-39370-1-PB.pdf2.53 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons