Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11646
Title: Colégio Pedro II: lugar de resistência no ensino de francês na educação pública
Authors: Silva, Maria Gabriela Braga da
metadata.dc.contributor.advisor: Pereira, Telma Cristina de Almeida Silva
metadata.dc.contributor.members: Ferreira, Camilla dos Santos
Cardoso, Janaína da Silva
Issue Date: 25-Sep-2019
Abstract: Essa dissertação, inserida no âmbito dos estudos de políticas linguísticas educativas, tem por objetivo analisar os documentos norteadores do ensino de línguas estrangeiras (LE), em particular o ensino de francês, no Colégio Pedro II (CPII), considerando o papel desta instituição secular na educação nacional. Fundado em 1837, o CPII, cuja formação originalmente humanística privilegiava as disciplinas de LE clássicas e modernas, serviria de referência para o ensino secundário brasileiro por mais de cem anos. A pesquisa documental desenvolvida nessa dissertação é orientada pelos seguintes objetivos: (i) traçar um panorama histórico do ensino de LE no CPII; (ii) identificar as resoluções de nível nacional e institucional que nortearam o ensino de LE no CPII entre os anos de 2012 e 2017, verificando a articulação estabelecida entre elas; (iii) analisar de que forma essas resoluções contribuíram para a manutenção ou para a mudança de status da disciplina Francês na instituição. Os principais conceitos teóricos adotados nesse estudo são: Políticas Linguísticas (COOPER, 1997; CALVET, 2007; BEACCO, 2016; SOUZA, 2018), Políticas Linguísticas Educativas (BEACCO; BYRAM, 2007; SOUZA, 2018), Glotopolítica (GUESPIN; MARCELLESI, 1986) e Avaliação de Políticas Linguísticas (BLANCHET, 2009). A análise de documentos de âmbito institucional permite-nos identificar uma política de promoção de línguas própria ao CPII, caracterizada pela diversidade de idiomas oferecidos na grade curricular da instituição, a despeito da aparente desvalorização das LE nos documentos oficiais da educação nacional publicados nas últimas décadas. Percebemos a presença do Francês como disciplina obrigatória no currículo do CPII até o ano de 2016. A publicação da Portaria interna nº 222, em 2017, implicaria a mudança do status da disciplina, que passaria a ser optativa no currículo da instituição. Constatamos a atuação do CPII como importante agente na democratização do ensino de LE na rede pública de educação, promovendo o ensino de espanhol, francês e inglês em todos os campi de ensino fundamental e ensino médio da instituição, instalados em diversas regiões do estado do Rio de Janeiro
metadata.dc.description.abstractother: This dissertation falls within the scope of educational language policy studies. It aims to analyze the documents guiding additional language teaching (mainly concerning to French) in Pedro II School (CPII), considering this secular institution role in Brazilian national education. Founded in 1837, CPII would be a reference in Brazilian middle and high school for over a hundred years. Originally, the institution implemented an educational policy that emphasized the humanities, which privileged classical and modern additional language disciplines. The documentary research developed in this dissertation is guided by the following objectives: (1) describing a historical panorama of CPII’s additional language teaching; (2) identifying the national and institutional resolutions that guided CPII’s additional language teaching during the years 2012 to 2017, verifying their relationship; (3) analyzing how these resolutions contributed to maintaining or changing the French discipline status in CPII. The main theorical concepts adopted in this study are: Language Policies (COOPER, 1997; CALVET, 2007; BEACCO, 2016; SOUZA, 2018); Educational Language Policies (BEACCO; BYRAM, 2007; SOUZA, 2018); Glotopolitica (GUESPIN; MARCELLESI, 1986) and Language Policy Evaluation (BLANCHET, 2009). The analysis of institutional documents allows us to identify CPII’s own language promotion policy, which is characterized by the diversity of languages offered in the school’s curriculum, notwithstanding an apparent devaluation of additional languages in official national education documents published in the last decades. We perceive the presence of French as a mandatory subject in CPII’s curriculum until 2016. The enactment of the institutional Ordinance n. 222, in 2017, would bring about the change in the discipline status: it would be turned into an optional subject in CPII’s curriculum. We observe the performance of CPII as an important agent to the democratization of additional language teaching in the Brazilian public education, promoting the Spanish, French and English teaching in all the school’s middle and high education units, localized in different regions of Rio de Janeiro state
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11646
Appears in Collections:POSLING - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO DE MESTRADO Maria Gabriela Braga da Silva junho 2019.pdf2.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.