Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11676
Title: A luz contra a barreira da chuva: o estranho em Os Papéis do Inglês, de Ruy Duarte de Carvalho e o Coração das Trevas, de Joseph Conrad
Authors: Rodrigues, Natália Meireles
metadata.dc.contributor.advisor: Moraes, Anita Martins Rodrigues de
metadata.dc.contributor.members: Klein, Kelvin Falcão
Can, Nazir Ahmed
Issue Date: 7-Oct-2019
Abstract: O presente trabalho se propõe a analisar as obras O coração das Trevas, de Joseph Conrad e Os papéis do Inglês, de Ruy Duarte de Carvalho, trabalhando com a noção de estranho, apontando para o fato de que é o contato entre estranhos que permite às personagens dos romances conhecerem-se plenamente, encontrarem a verdade que está em seu coração, em seu íntimo. O contato com o estranho nessas obras remete à reflexão de Kristeva (1994. p. 21) sobre o viver com o outro, em que se põe em questão “a possibilidade ou não de ser um outro [...] de estar em seu lugar – o que equivale a pensar sobre si e a se fazer outro para si mesmo”. Porém, esse autoconhecimento leva a caminhos diferentes nos textos de Conrad e Carvalho, leva a representações diferentes, o que enriquece as possíveis interpretações suscitadas. Com isso em mente, analisarei os possíveis diálogos entre as obras para explicitar como cada uma se estrutura e como os enredos se desenvolvem, explorando a relação intertextual entre os textos, tendo como foco a questão do efeito do estranho criado nas narrativas
metadata.dc.description.abstractother: This paper intends to analyze the novels Heart of Darkness, by Joseph Conrad and Os papéis do Inglês, by Ruy Duarte de Carvalho, working with the notion of the uncanny, pointing out to the fact that it’s the contact with the uncanny that allows the characters to fully know themselves, to find the truth that lies within their hearts. The contact with the uncanny in both novels relates to what Kristeva stated about living with the other, in which she points out “a possibilidade ou não de ser um outro [...] de estar em seu lugar – o que equivale a pensar sobre si e a se fazer outro para si mesmo” (1994, p. 21). However, this self-knowledge takes us to different paths in Ruy Duarte’s and Conrad’s novels, it takes us to different representations, which enriches the possible interpretations that are brought about. In short, this paper intends to analyze the possible dialogs between the two novels in order to show how each of them is built and structured and how the storyline develops, exploring the intertextual relation between them, focusing on the uncanny effect created in the narratives
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11676
Appears in Collections:POSLIT - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Natália Rodrigues_literatura_versão final.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.