Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11729
Title: Ensaio sobre a representação machista naturalizada e propagada pela mídia, sobre os meios jurídicos capazes de atuar em defesa da mulher frente a essa representação e sobre possíveis sugestões para uma mudança na perspectiva midiática
Authors: Fonseca, Lorrane Cornelio
metadata.dc.contributor.advisor: Lobão, Ronaldo Joaquim da Silveira
metadata.dc.contributor.members: Lobão, Ronaldo Joaquim da Silveira
Sciammarella, Ana Paula
Monteiro, Paloma
Issue Date: 2017
Citation: FONSECA, Lorrane Cornelio. Ensaio sobre a representação machista naturalizada e propagada pela mídia, sobre os meios jurídicos capazes de atuar em defesa da mulher frente a essa representação e sobre possíveis sugestões para uma mudança na perspectiva midiática. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Direito) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2017.
Abstract: O objetivo do trabalho é evidenciar a influência exercida pela mídia sobre a sociedade, através de seus meios de comunicação, como revistas, televisão, imprensa, publicidade e outros, que naturalizam e propagam o machismo, perpetuando a imagem de uma mulher símbolo de uma sociedade patriarcal e machista. Sob o viés midiático, a mulher deixa de ser abordada como um ser autônomo e passa a ser vista, unicamente, como papel social, seja o de esposa recatada, mãe zelosa, ou de uma mulher objetificada pelo forte apelo sexual atribuído à sua imagem. Esses aspectos trazidos pela mídia reforçam padrões machistas e, muitas vezes, naturalizam a violência doméstica, o estupro e o feminicídio, que são extremamente graves e inadmissíveis. Dessa forma, baseado no tratamento estereotipado dos temas relativos à mulher nos meios de comunicação, o presente trabalho buscará reunir fontes jurídicas que abordem essa situação, de modo a determinar e consolidar direitos relativos à proteção da mulher frente à atuação midiática machista. Para isso, serão analisados relevantes aspectos tanto de legislações nacionais, como a Lei Maria da Penha, quanto de fontes internacionais do direito, como a Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres, a Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher, entre outras. Além disso, ao final do trabalho, serão apresentadas sugestões para uma utilização mais eficaz das garantias e proteções asseguradas, pelos instrumentos jurídicos, às mulheres, no que tange à representação midiática machista, e também serão trazidas sugestões sobre a possibilidade de a mídia tornar-se um veículo que atua na desnaturalização do machismo.
metadata.dc.description.abstractother: The objective of this work is to highlight the influence exerted by the media on society, through its means of communication, such as magazines, television, press, publicity and others, which naturalize and propagate male chauvinism, perpetuating the image of a woman symbol of a patriarchal and sexist society. Under the media bias, women cease to be approached as an autonomous being and are only seen as a social role, whether that of a modest wife, a zealous mother, or a woman objectified by the strong sexual appeal attributed to her image. These aspects brought by the media reinforce sexist patterns and often naturalize domestic violence, rape and feminicide, which are extremely serious and unacceptable. Thus, based on the stereotyped treatment of women's issues by the media, the present work will seek to gather legal sources to address this situation, in order to determine and consolidate rights related to the protection of women against this sexist media. To this end, relevant aspects of national legislation, such as the Law Maria da Penha, and international sources of law, such as the Convention on the Elimination of All Forms of Discrimination against Women, the InterAmerican Convention on the Prevention, Punishment and Eradicate Violence against Women, among others. Furthermore, at the end of the paper, suggestions will be made for a more effective use of the guarantees and protections provided by legal instruments for women in relation to the sexist media representation, suggestions will also be made about the possibility that the media become a vehicle that acts in the denaturalization of sexism.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11729
Appears in Collections:SGD - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC em PDF com Ficha Catalográfica e Ata de Defesa Anexadas.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.