Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11892
Title: A fé que anima nossa igreja: um estudo sobre sentidos e práticas dos profissionais de responsabilidade social empresarial em uma empresa de engenharia
Other Titles: A study on the meanings and practices of Corporate Social Responsibility professionals in an engineering company
Authors: Costa, Marcelo Rodrigues Sousa de Brito
metadata.dc.contributor.advisor: Andrade, Emmanuel Paiva de
metadata.dc.contributor.members: Veloso, Letícia Helena Medeiros
Gorrochategui, Nora Liliana
Issue Date: 14-Dec-2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: COSTA, Marcelo Rodrigues Sousa de Brito. A fé que anima nossa igreja: um estudo sobre sentidos e práticas profissionais de responsabilidade social empresarial em uma empresa de engenharia. 2017. 132 f. Dissertação (Mestrado em Sistemas de Gestão) – Universidade Federal Fluminense. Escola de Engenharia, Niterói, 2017.
Abstract: A Responsabilidade Social Corporativa (RSE) é uma área nova, polissêmica, pouco investigada no nível individual de análise, com diversas formas de ser operacionalizada, sem curso de graduação específico e com profissionais advindos de diversas áreas do saber. Diante deste contexto, quais os sentidos que os profissionais de RSE atribuem a si mesmos, às suas práticas e à RSE? A fim de contribuir para responder esta questão, o estudo aqui proposto tem como referência a realidade de uma grande empresa brasileira de engenharia, com atuação internacional. Esta organização possui uma Gerência Executiva de Responsabilidade Social, cujos 152 profissionais estão distribuídos em 11 Estados brasileiros. Optou-se por uma investigação qualitativa, orientada pela perspectiva do construtivismo social em diálogo com a teoria das representações sociais (Moscovici), teoria da ação (Bourdieu) e teoria da estruturação (Giddens). Como instrumento de pesquisa, foi utilizada a entrevista episódica junto a 18 profissionais de RSE desta organização, além de levantamento de dados secundários. Como resultado da pesquisa, pode se perceber a existência de um grupo de profissionais com identidade e características semelhantes cujos agentes assumem papel de mediadores na trajetória pessoal e profissional e se sentem motivados para transformar realidades.
metadata.dc.description.abstractother: Corporate Social Responsibility (CSR) is a new area, polysemic, little investigated at the individual level of analysis, with several ways of being operationalized, without a specific undergraduate course and with professionals from different areas of knowledge. Given this context, what are the meanings that CSR professionals attribute to themselves, their practices and CSR? In order to contribute to answer this question, the study proposed here has as a reference the reality of a large Brazilian engineering company, with international performance. This organization has an Executive Management of Social Responsibility, whose 152 professionals are distributed in 11 Brazilian states. We chose a qualitative investigation, guided by the perspective of social constructivism in dialogue with the theory of social representations (Moscovici), theory of action (Bourdieu) and theory of structuring (Giddens). As a research tool, an episodic interview with 18 CSR professionals from this organization was used, as well as secondary data collection. As a result of the research, we can perceive the existence of a group of professionals with similar identity and characteristics whose agents assume the role of mediators in the personal and professional trajectory and feel motivated to transform realities.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11892
Appears in Collections:MSG - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Marcelo Rodrigues S de B Costa.pdf903.15 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.