Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11899
Title: Profissionais, liderança e comunicação: olhares sobre a cultura de responsabilidade social numa empresa brasileira de engenharia
Other Titles: Professionals, leadership and communication: views of social responsibility`s culture in a brazilian engeneering company
Authors: Seixas, Maria Augusta de Castro
metadata.dc.contributor.advisor: Andrade, Emmanuel Paiva de
metadata.dc.contributor.members: Gorrochategui, Nora Liliana
Quelhas, Osvaldo Luiz Gonçalves
Issue Date: 14-Dec-2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: SEIXAS, Maria Augusta de Castro. Profissionais, liderança e comunicação: olhares sobre a cultura e responsabilidade social numa empresa brasileira de engenharia. 2017. 105 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Sistemas de Gestão) – Universidade Federal Fluminense. Escola de Engenharia, Niterói, 2017.
Abstract: O processo de desenvolvimento do capitalismo exige uma constante reinvenção. Gerar lucro para o acionista já não é suficiente. É preciso conciliar a esfera econômica com a preservação do meio ambiente e a dimensão social para sobreviver. O conceito de Responsabilidade Social Empresarial (RSE) também foi se transformando ao longo do tempo e provocando mudanças na forma de pensar e agir nas empresas. A estratégia de atuação socialmente responsável, entretanto, pode não passar de um discurso caso ela não esteja alinhada com uma cultura de responsabilidade social. Como os valores e crenças da RSE se manifestam nas atividades profissionais? Como os líderes percebem a responsabilidade social? De que forma a RSE é retratada pela comunicação da empresa? Para responder a questões como essas, foram realizados três artigos com diferentes metodologias qualitativas. A teoria fundamentada em dados foi o método utilizado no primeiro artigo para entender como a cultura se manifesta por meio de narrativas profissionais. No segundo artigo utilizou-se a fenomenografia para estudar as vivências e percepções que pautam decisões de negócio. No último artigo adota-se a análise de conteúdo como método para pesquisar a reprodução de valores e crenças acerca da responsabilidade social, mediada pelo olhar dos comunicadores, em notícias veiculadas nas redes sociais para os públicos de interesse. Esses são olhares sobre um mesmo processo de construção e reprodução da cultura organizacional. Em comum, os resultados mostram que empregados, líderes e comunicadores possuem conhecimentos fragmentados acerca da RSE, o que limita a incorporação desse valor de forma transversal em todas as atividades. No caso da empresa estudada, disseminar o conceito e criar sentido em torno da RSE passa pela necessidade de proporcionar vivências e fomentar o diálogo interdisciplinar entre os profissionais. Todos os artigos tiveram como campo de estudo uma única empresa de engenharia que atua no Brasil.
metadata.dc.description.abstractother: The capitalism’s process of development requires a constant reinvention. Generating profit for the shareholder is no longer enough. It is necessary to reconcile the economic sphere with the environmental preservation and the social dimension in order to survive. The concept of Corporate Social Responsibility (CSR) has also been changing over time and causing changes in the way companies think and act. The strategy of social responsible performance, however, can only be a discourse if it is not aligned with a culture of social responsibility. How do CSR values and beliefs manifest themselves in professional activities? How do leaders perceive social responsibility? How is CSR reproduced in company communication? To answer questions like these, this dissertation will be held in the form of three articles using different qualitative methodologies. The grounded theory was the method used in the first article to understand how culture manifests itself through professional narratives. For the second article it was used the phenomenology’s method to study the experiences and perceptions that guide business decisions. On the last article we adopt content analysis as a method to research the reproduction of values and beliefs about social responsibility, mediated by the view of communicators, through news published in social networks for the public of interest. These are views on the same process of construction and reproduction of organizational culture. In common, the results show that employees, leaders and communicators have fragmented knowledge about CSR, which limits the incorporation of this value transversally in all activities. In the case of the studied company, spreading the concept and creating meaning about CSR are related to the need of providing experiences and fostering interdisciplinary dialogue among professionals. All articles had, as field of study, a single engeneering company that operates its activities in Brazil.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/11899
Appears in Collections:MSG - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Maria Augusta Seixas.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.