Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12198
Title: A remissão do cativeiro : alforrias e liberdades nos Campos dos Goitacazes, c.1750-c.1830
Authors: Soares, Márcio de Sousa
metadata.dc.contributor.advisor: Faria, Sheila Siqueira de Castro
Issue Date: 2006
Abstract: Esta tese analisa a prática da alforria e as formas de re-inserção social dos libertos e de seus descendentes na região dos Campos dos Goitacases, entre 1750 e 1830, período em que se verificou a montagem e expansão da atividade açucareira voltada para a exportação. Argumento que a prática da alforria exercia um papel estrutural para a manutenção da ordem escravista, ao considerar que- como um fenômeno de longa duração- a escravidão produzia e reiterava procedimentos socialmente determinados que visavam amortecer os conflitos inerentes à relação senhor-escravo. Deste modo, o tráfico atlântico (responsável pela introdução contínua de estrangeiros desenraizados), a escravidão (produto da socialização que transformava o cativo num escravo cujo objetivo final era fazer com que o mesmo reconhecesse a autoridade do senhor) e o horizonte da alforria devem ser entendidos como partes de um processo que produzia e reproduzia a ordem escravista.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12198
Appears in Collections:PPGH - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese História A REMISSÃO DO CATIVEIRO 2006.pdf19.76 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons