Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12220
Title: Vulnerabilidade socioambiental na região sudeste do Brasil associada à configuração da ZCAs
Authors: Aguiar, Louise da Fonseca
metadata.dc.contributor.advisor: Cataldi, Marcio
metadata.dc.contributor.advisorco: Nielsen, David Marcolino
metadata.dc.contributor.members: Hora, Monica de Aquino Galeano Massera da
Senna, Mônica Carneiro Alves
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: AGUIAR, Louise da Fonseca. Vulnerabilidade socioambiental na região sudeste do Brasil associada à configuração da ZCAs. 2018. 80 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia de Recursos Hídricos e do Meio Ambiente) - Escola de Engenharia, Universidade Federal Fluminense, 2018
Abstract: A Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) é um fenômeno atmosférico típico do período de primavera e verão austral, cuja presença da banda de nebulosidade causa chuvas intensas e persistentes em diversas regiões no Brasil. A associação deste evento natural com processos de intervenção humana, tal como ocupação desordenada devido ao crescimento urbano, torna-se um fator agravante para a ocorrência de diversos impactos socioambientais, como alagamentos, enxurradas, inundações e deslizamentos de terra. O presente trabalho tem como proposta apresentar a caracterização da ZCAS e relacionar este fenômeno com a ocorrência de desastres naturais ocorridos no sudeste brasileiro, em um intervalo de 11 anos, de 1995 até 2016. Os registros oficiais dos desastres utilizados para realização deste projeto compõem o Atlas Brasileiro de Desastres Naturais e foram obtidos no Arquivo Digital do Sistema Integrado de Informações Sobre Desastres (S2ID). A série histórica diária de não ocorrência e ocorrência de ZCAS foi obtida através de observação das análises sinóticas fornecidas pelo CPTEC/INPE, do estudo de Nielsen (2016). A posição predominante da ZCAS foi analisada e subdivida em itens de A, B, C, D e E, onde AB representa a ocorrência mais ao norte do Sudeste, C a região central, e DE a área mais ao sul. Foi calculada a probabilidade condicional de atuação de ZCAS dada a ocorrência de desastres (deslizamentos, enxurradas, inundações e alagamentos) para os estados de Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo, incluindo uma abordagem geral da região sudeste, e também a probabilidade condicional de ocorrência de desastres dada a atuação da ZCAS. Para cada estado, foi analisado o tipo de evento mais predominante nos dias sob atuação de ZCAS. A probabilidade condicional média de atuação de ZCAS dada a ocorrência de desastres é maior no ES (60%), seguida por MG (50%), RJ (42%) e SP (31%), com a probabilidade condicional média para a influência de desastres relacionados à Zona de Convergência do Atlântico Sul no Sudeste de 48%. A probabilidade média de ocorrência de desastres dada a atuação de ZCAS no Sudeste foi de 24%
metadata.dc.description.abstractother: The South Atlantic Convergence Zone (SACZ) is an atmospheric phenomenon typical of summertime in which the presence of a band of nebulosity causes intense and persistent rainfall in many regions of Brazil. The association between this natural event and human intervention processes, such as disorganized occupation due to intense urban growth, contributes to be a major factor for the occurrence of social and environmental impacts like floods, flash floods, inundations and landslides. The present work aims to present the characterization of the SACZ and to relate this phenomenon to the occurrence of natural disasters in southeastern Brazil, for an interval of 11 years, from 1995 to 2016. The official records of the disasters used to produce this project comprise the Brazilian Atlas of Natural Disasters and were acquired from the digital archive of the Integrated Disaster Information System (S2ID). The historical daily series of non-occurrence and occurrence of SACZ was obtained by observing the synoptic analyzes provided by CPTEC/INPE, from the study of Nielsen (2016). The main position of the SACZ was analyzed and subdivided into the items A, B, C, D and E, where AB represents the northernmost regions in Southeast Brazil, C the central region, and DE the southernmost regions. The conditional probability of having a SACZ-day when a day with an event of disaster happened was calculated for the states of Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo and Espírito Santo, including a general approach of the Southeast Brazil, and also the conditional probability of having disasters when SACZ-days occurred. For each state, it was analyzed which type of natural disaster was more prevalent during days with SACZ. The average conditional probability of SACZ associated to the occurrence of disasters is higher in ES (60%), followed by MG (50%), RJ (40%) and SP (31%). The average conditional probability for the influence of disasters related to the SACZ in Southeast is 48%, and the average probability of having disasters underSACZ for the Southeast of Brazil was 24%.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12220
Appears in Collections:TGH - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Proj Final 2 Louise Aguiar.pdf5.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.