Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12227
Title: “Pedagogia dos Idosos: Relato de Experiências a Partir do Projeto Trocando Saberes com a Terceira Idade”
Authors: Lima, Ana Carla da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Gomes, Jacqueline de Souza
Issue Date: 2019
Abstract: A Pedagogia do Idoso pode ser caracterizada como educação não formal, cabendo ao pedagogo ampliar o conhecimento da população idosa e favorecer a conscientização social sobre o envelhecimento. A partir de um levantamento bibliográfico sobre as possibilidades de trabalho do pedagogo em espaços não escolares, esta pesquisa trata da pedagogia do idoso a partir do olhar extensionista e de desenvolvimento acadêmico. Metodologicamente, realizamos também entrevista e observação participante. Coletamos informações de discentes e docente envolvidos com projeto envolvendo idosos e vinculado ao Programa Desenvolvimento Acadêmico do Instituto do Noroeste Fluminense de Educação Superior da Universidade Federal Fluminense, campus de Santo Antônio de Pádua. Levando em consideração a dinamicidade com que circulam as informações atualmente, não é incomum percebermos que muitos idosos ainda se sentem excluídos de muitas situações sociais. Em função disso, é de grande valia o trabalho pedagógico em ambientes não escolares já que poderá reverter ideias discriminatórias e enviesadas sobre o lugar do idoso na sociedade. O conhecimento é um instrumento necessário para mudar os paradigmas negativos sobre o envelhecimento. Não apenas focar no idoso propriamente, mas em todas as demais pessoas. É preciso que mudemos nossos próprios referenciais. É preciso uma releitura generalizada acerca da valorização do idoso e da inserção social do mesmo, sem disparidades inoportunas.
metadata.dc.description.abstractother: The Pedagogy of the Elderly can be characterized as non-formal education, and it is up to the educator to increase the knowledge of the elderly population and to promote social awareness about aging. Based on a bibliographical survey on the possibilities of work of the pedagogue in non - school spaces, this research deals with the pedagogy of the elderly from the extensionist perspective and academic development. Methodologically, we also conduct interviews and participant observation. We collected information from students and teachers involved in a project involving the elderly and linked to the Academic Development Program of the Noroeste Fluminense Higher Education Institute of the Fluminense Federal University, Santo Antônio de Pádua campus. Taking into account the dynamics with which information circulates today, it is not uncommon to realize that many older people still feel excluded from many social situations. Due to this, pedagogical work in non-school environments is of great value since it can reverse discriminatory and biased ideas about the elderly's place in society. Knowledge is a necessary tool to change negative paradigms about aging. Do not just focus on the elderly properly, but on all other people. We need to change our own frameworks.There is a need for a generalized re-reading about the value of the elderly and the social insertion of the same, without untimely disparities.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12227
Appears in Collections:PCP - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Carla (1) (1).pdf2.45 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons