Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12284
Title: Analise da vazão máxima outorgável da sub-bacia Guapi-Macacu,RJ a partir das vazões mínimas Q7,10 e Q95 e geração das curvas-chave e séries de vazões de seus postos fluviométricos
Authors: Novo, Eduardo Cochrane
metadata.dc.contributor.advisor: Hora, Mônica de Aquino Galeano Massera da
metadata.dc.contributor.members: Hora, Antonio Ferreira da
Miranda Neto, Manoel Isidro de
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: NOVO, Eduardo Cochrane. Analise da vazão máxima outorgável da sub-bacia Guapi-Macacu,RJ a partir das vazões mínimas Q7,10 e Q95 e geração das curvas-chave e séries de vazões de seus postos fluviométricos. 2019. 54f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia de Recursos Hídricos e do Meio Ambiente) - Escola de Engenharia, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.
Abstract: A crescente demanda dos usos da água, o aumento populacional e a ocorrência de eventos climáticos extremos, coloca a disponibilidade hídrica em foco. Em diferentes lugares ao longo do mundo, a água já não se encontra de forma tão abundante quanto à décadas atrás. O abastecimento humano continua sendo a maior preocupação e a prioridade em politicas voltadas aos usos dos recursos hídricos, no entanto setores como indústria, agricultura e energia demandam grandes quantidades de água, além da manutenção de sistemas ambientas dependentes desse recurso natural. Todas essas questões evidenciam o conflito vivido atualmente quanto ao uso e aproveitamento hídrico, uma gestão integrada e sustentável são alicerces fundamentais para a manutenção qualitativa e quantitativa dos recursos hídricos. A outorga hoje é um instrumento legal para a garantia dos diferentes usos da água a qual concede ao usuário solicitante o uso da água por tempo e volume determinado, seja para fins de captação ou lançamento de efluentes nos corpos d’águas. Foram geradas as curvas-chave e as séries de vazões diárias das estações fluviométricas no interior da Sub Bacia Hidrografica Guapi-Macacu. O estudo propõe uma nova Vazão Máxima Outorgável no valor de 30% de Q95 para asub bacia, localizada no estado do Rio de Janeiro. Resultado obtido través dos cálculos e analises das vazões mínimas Q7,10 e Q95, visando um cenário de escassez hídrica que garanta o uso integrado e sustentável da água na bacia.
metadata.dc.description.abstractother: The water uses increasing demand, population increase and increasing rates of extreme events, places water availability in focus. In different places across the globe, water is no longer as abundant as it was decades ago, human supply remains the biggest concern and priority in water resource policies. However sectors like industry, agriculture and energy demand large amounts of water, besides the maintenance of environmental systems dependent on this natural resource. All these issues highlight the current conflict regarding the use and exploitation of water, an integrated and sustainable management is a fundamental foundation for the qualitative and quantitative maintenance of water resources. The grant is now a legal instrument for guaranteeing the different uses of water in a river basin, which grants the user the use of water for the time and volume determined, either for capturing or launching effluents in the water bodies. For this study, key curves and station’s daily flows series were generated in the interior of the study basin. A new Maximum Flow Rate of 30% of Q95 is proposed for the Guapi-Macacu Subbasin, located in the state of Rio de Janeiro. Result obtained through calculations and analyzes of minimum flows Q7,10 and Q95, aiming at a scenario of water scarcity that guarantees the integrated and sustainable use of the water in the basin.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12284
Appears in Collections:TGH - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_EDUARDO_COCHRANE_NOVO.pdf2.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.