Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12285
Title: Avaliação da disponibilidade hídrica dos próximos cem anos para a bacia do rio Tietê, com base nos cenários do IPCC
Authors: Coutinho, Priscila Esposte
metadata.dc.contributor.advisor: Cataldi, Marcio
metadata.dc.contributor.members: Belém, André Luiz
Amâncio, Érick Santana
Souza, Gustavo Cretton
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: COUTINHO, Priscila Esposte. Avaliação da disponibilidade hídrica dos próximos cem anos para a bacia do rio Tietê, com base nos cenários do IPCC. 2019. 87f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia de Recursos Hídricos e do Meio Ambiente) - Escola de Engenharia, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.
Abstract: No último século, foram constatadas ao redor do planeta, mudanças de tendências no clima que implicaram em alterações nos ciclos hidrológico e biogeoquímicos, resultando em impactos ambientais para diversos ecossistemas. É inegável que a pressão das atividades humanas sobre os recursos naturais do planeta está associada às alterações ambientais que não seriam verificadas sob outras condições. Neste sentido, o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas publica regularmente Relatórios de Avaliação (AR) sobre o estado da atmosfera e os possíveis cenários de evolução climática, associados ao desenvolvimento técnico, econômico e cultural da sociedade. Os resultados apresentados pelos ARs são obtidos a partir de modelos acoplados de circulação geral oceano-atmosfera (AOGCM), integrantes do Projeto de Intercomparação de Modelos Acoplados (CMIP). Considerando o CMIP, o IPCC estabelece quatro linhas evolutivas distintas – Vias de Concentração Representativa (RCP) – baseando-se na convergência dos resultados apresentados por cada um dos modelos. Os RCPs, por sua vez, ao estimarem os padrões de evolução da forçante radiativa até 2100, permitem estabelecer o grau de vulnerabilidade, o qual os países poderão estar submetidos. Neste contexto, considerando a necessidade de retirada d´água de rios e mananciais para o consumo humano, dessedentação animal e atividades agrícolas, além da dependência da matriz energética brasileira frente aos recursos hídricos e, consequentemente, sua vulnerabilidade às variações no sistema climático, é de grande importância a realização de estudos que considerem a disponibilidade hídrica para as principais bacias do país nas próximas décadas. Neste trabalho é realizada uma análise de vazões para a bacia hidrográfica do Rio Tietê até o ano de 2100, considerando os modelos climáticos MIROC5 e CCSM4, apresentados no Quinto Relatório de Avaliação (AR5) e a utilização do modelo chuva-vazão SMAP. São expostas as projeções de vazão futura elaborados para os cenários RCP4.5 e RCP8.5 de ambos modelos, sendo realizada também uma análise comparativa no clima presente, visando entender como os eventos extremos mais frequentes, presentes em todos os cenários estudados, podem modificar as atividades sociais, econômicas e ambientais do estado de São Paulo e de todo o país.
metadata.dc.description.abstractother: In the last century, changes in climate trends were observed around the planet, which led to alterations in the hydrological and biogeochemical cycles, resulting in environmental impacts for several ecosystems. It is undeniable that the pressure of human activities on the natural resources of the planet is associated with environmental changes that would not be verified under other conditions. In this regard, the Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC) regularly publishes Assessment Reports (AR) on the state of the atmosphere and possible climate change scenarios associated with the technical, economic and cultural developments of society. The results presented by ARs are obtained from coupled AtmosphereOcean General Circulation Models (AOGCM), which integrate the Coupled Model Intercomparison Project (CMIP). Considering the results of the CMIP, IPCC establishes four distinct evolutionary lines – Representative Concentration Pathways (RCPs) – based on the convergence of the results presented by each one of the models. The RCPs, in turn, when estimating the patterns of evolution of the radiative forcing until 2100, allow to establish the degree of vulnerability to which the countries may be submitted. In this context, considering the need for water withdrawal from rivers and water springs for human consumption, animal watering, agricultural activities, besides the dependence of the Brazilian energy matrix on water resources, and consequently its vulnerability to variations in the climate system, it is of great importance to carry out studies that consider the water availability for the main basins of the country in the coming decades. In this work, a flow analysis for the Tietê river basin is carried out up to the year 2100, considering the climate models MIROC5 and CCSM4 presented in the IPCC’s Fifth Assessment Report (AR5) and the use of the SMAP (Soil Moisture Accounting Procedure) rainfall-runoff model. Future flow projections for RCP4.5 and RCP8.5 scenarios of both models are presented. A comparative analysis between both models was also carried out in the present climate, aiming to understand how the most frequent extreme events, present in all the studied scenarios, can modify the social, economic and environmental activities of the São Paulo state and also of the whole country.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12285
Appears in Collections:TGH - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC2_Priscila_Esposte_Coutinho.pdf2.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.