Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1229
Title: O desafio da articulação entre a formação em saúde e a integração ensino-serviço
Authors: Cezario, Jaime Everardo Platner
metadata.dc.contributor.advisor: Daher, Donizete Vago
metadata.dc.contributor.members: Santos, Neiva Maria Picinini
Cordeiro, Benedito Carlos
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Cezario, Jaime Everardo Platner. O desafio da articulação entre a formação em saúde e a integração ensino-serviço. 2014. 108 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde)- Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2013
Abstract: Estudos sobre o processo de formação de profissionais da saúde vem ocupando expressivo espaço em eventos científicos e publicações, em especial após a implantação do Sistema Único de Saúde (SUS), das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) e após a implementação da Estratégia de Saúde da Família. Porém, em diferentes análises, constata-se que nestes vinte anos de SUS, é recorrente tanto por parte das instituições de formação quanto por parte dos serviços de saúde, uma postura de desconexão, de descontinuidade de ação entre cenários de formação e de prática profissional. Objetiva-se identificar as percepções de alunos bolsistas e preceptores do Programa de Educação pelo Trabalho em Saúde (PET-Saúde ) sobre a integração ensino-serviço no processo de formação para o SUS; Analisar a contribuição do Programa PET-Saúde no processo de formação de profissionais da saúde; Elaborar e implementar uma tecnologia educacional como proposta de sensibilização e capacitação de profissionais Enfermeiros da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Niterói para o exercício da preceptoria. A metodologia é descritiva e exploratória, com abordagem qualitativa. Os sujeitos foram 7 alunos graduandos de cursos da saúde da UFF: Enfermagem, Medicina, Nutrição, Farmácia, Odontologia e Educação Física, bolsistas do Programa PET-Saúde, e 9 preceptores/profissionais dos serviços participantes deste mesmo Programa. Realizada durante o ano de 2012, contou com Unidades de Saúde do Município de Niterói-RJ que acolheram o PET-Saúde. A coleta de dados se deu por observação livre e entrevista. Estas foram analisadas através de análise temática, pelo agrupamento das informações de acordo com características comuns, gerando 4 categorias: 1) “A essencialidade da integração ensino-serviço na formação em saúde”, 2) “A formação em saúde e o desafiador processo de construção da integração ensino-serviço”, 3) “As múltiplas faces da integração ensino serviço” e 4) “O PET-Saúde como espaço de articulação e de reflexão sobre a IES”. Neste sentido, as práticas de cuidado em saúde, tanto podem ser compreendidas como ação individual, ou como um processo de trabalho coletivo, ou ambas as formas de pensar e de fazer podem coexistir num mesmo espaço. De qualquer maneira, geram conflitos, suscitam possibilidades, revelam fragilidades nas relações e requerem constantes reorientações para que sirvam sempre de expressão democrática, crítica e reflexiva na promoção da saúde. Conclui-se que a relação entre o mundo do ensino e o mundo do trabalho, apesar de sua complexidade, é viável e possível de ser concretizada. A preocupação de introduzir na agenda a discussão sobre o papel social e político do profissional do serviço na formação deve ser constante, permanente, tal qual a necessidade de se criar conexões fortes que favoreçam a permeabilidade entre os saberes e o trânsito entre o ir e vir das informações. A participação das instituições formadoras em saúde e dos entes públicos que ofertam serviços de saúde em ações que buscam efetivar as propostas de formação no SUS e para o SUS como a contida nos programas tal qual o PET-Saúde, se configura como nova possibilidade de abordagem do processo saúde-doença, da reorientação da prática, da reaproximação com as diretrizes do SUS, da valorização da abordagem multiprofissional, da interdisciplinaridade e da coletividade como parceira.
metadata.dc.description.abstractother: Studies about the training process of health professionals have occupied a significant place in scientific events and publications, especially after the implementation of the Unified Health System (SUS), the National Curriculum Guidelines (DCN) and after the implementation of the Strategy of Family’s Health. However, in different analyzes, it is noted that these twenty years of SUS, both by part of training institutions as part of health services, it is recurrent a disconnected attitude, a discontinuity of action between the training scenarios and the professional practice. The training in SUS and for SUS defended by DCN, for the training of health professional is still restricted to the theoretical area. The objective of this study is to identify the perceptions of the scholarship students and preceptors of the PET-Saúde Project on the teaching-service integration in the training process for SUS; Analyze the contribution of the Education Program for Working in Health (PET-Saúde) in the training process of health professional; Develop and implement an educational technology as a proposal of sensitization and training of nurses from the Municipal Health Service (FMS) of Niterói to exercise the preceptorship. The methodology used is descriptive and exploratory, a qualitative approach. The subjects were 7 graduating students from health courses at UFF: Nursing, Medicine, Nutrition, Pharmacy, Dentistry and Physical Education, all scholarships of PET-Saúde Program, and 9 preceptors/professionals of the services participants of this same Program. Held during the year of 2012, counted on Health Units of Niterói City-RJ that welcomed the PET-Saúde. Data collection occurred by observation and interview. These were analyzed using thematic analysis by grouping the information according to common characteristics generating 4 categories: 1) “The essentiality of teaching-service integration in health education”, 2) “The health education and the challenging process of building the teaching-service integration”, 3) “The multiple faces of the teaching-service integration” and 4) “The PET-Saúde as a space for articulation and reflection about the IES”. In this sense, the practices of health care, both can be understood as an individual action, or as a collective work process, or both ways of thinking and doing can coexist in the same space. Anyway, generate conflicts, raise possibilities, reveal weaknesses in the relations and require frequent reorientation for a democratic expression, critical and reflective in health promotion. It can be concluded that despite the complexity in the relation between the education and the work areas, is feasible and possible to be achieved. The concern to introduce on the agenda the discussion about the social and the political roles of the professional in the training process must be constant, permanent, as well as the need to create strong connections whichpromote the permeability between the knowledge and the traffic between the coming and going of information. The participation of the health training institutions and the public entities that offer health services in actions that seek to effect the proposals of training in SUS and for SUS as contained in the programs as PET-Saúde, is set a new possibility of approach to the health-disease process, the reorientation of practice, the rapprochement of the SUS guidelines, the appreciation of the multiprofessional approach, the interdisciplinary and the community as a partner.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1229
Appears in Collections:MPES - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jaime Everardo Platner Cezario.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.