Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1234
Title: Interdisciplinaridade: desafios e possibilidades para a Residência em Enfermagem em Saúde Coletiva
Authors: Puppin, Maria Ângela Prates
metadata.dc.contributor.advisor: Sabóia, Vera Maria
metadata.dc.contributor.members: Teixeira, Elizabeth
Daher, Donizete Vago
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Puppin, Maria Ângela Prates. Interdisciplinaridade: desafios e possibilidades para a Residência em Enfermagem em Saúde Coletiva. 2013. 86 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde)- Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2013
Abstract: Trata-se de um estudo sobre a interdisciplinaridade no processo de formação e sua articulação com saberes teóricos e práticas desenvolvidas no Curso de Residência em Enfermagem em Saúde Coletiva da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, da Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro. É uma pesquisa social, de natureza qualitativa, do tipo exploratória e descritiva. Teve como objetivos refletir sobre a formação em saúde e sua articulação com a interdisciplinaridade; discutir como vem sendo implementada a interdisciplinaridade, na teoria e na prática no Curso de Residência de Enfermagem em Saúde Coletiva; construir uma tecnologia educacional que contribua para a implementação da pedagogia interdisciplinar no curso citado. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semi-estruturadas com os docentes vinculados à citada Residência e com as enfermeiras residentes em Saúde Coletiva. Para análise dos dados, optou-se pela análise temática. O saber-fazer-ser integrado ao humano, a fragmentação e a diversidade dos saberes e a interdisciplinaridade como relação de poder-saber configuraram-se como as três categorias centrais, construídas a partir das unidades de significação. Tais categorias tiveram como substrato teórico os estudiosos envolvidos com a temática, com ênfase na obra do filósofo e epistemólogo Hilton Japiassu e do sociólogo e professor Michel Foucault. Os resultados obtidos revelam que a interdisciplinaridade ainda é um desafio enquanto eixo norteador da formação e da prática dos profissionais de saúde em geral, particularmente das Residentes do Curso de Enfermagem em Saúde Coletiva da UFF. Desenvolver um trabalho interdisciplinar não é tarefa fácil, já que envolve inúmeros aspectos, principalmente aqueles relativos às relações de poder e saber. A proposta foi, nesse sentido, apontar como a implementação do pensamento interdisciplinar significará ganhos expressivos no fortalecimento desta práxis. Concluiu-se que há necessidade de priorizar e favorecer, junto aos docentes e enfermeiros residentes do curso em tela, espaços de aprofundamento, reflexão e discussão sobre o tema, a fim de aprimorar habilidades permeadas pela pedagogia interdisciplinar na prática profissional em saúde.
metadata.dc.description.abstractother: This study explores how an interdisciplinary curriculum can successfully wed theory to practice in the Collective Health Nursery Internship Program delivered by Aurora de Afonso Costa Nursery School at Universidade Federal Fluminense (UFF), in Rio de Janeiro state. This qualitative social research has both an exploratory and descriptive nature, as it aims to discuss interdisciplinary delivery of both theoretical and practical instruction by the above referred non-degree post-graduate program. Data were collected via semi-structured interviews with the internship program faculty and with Collective Health intern nurses. Data theme analysis was conducted in the light of three central themes - the knowing-doing-being framework, knowledge diversity and fragmentation, and interdisciplinarity, which are viewed as the essential pillars of meaning-based knowledge-power relations. These categories are supported by the literature review which relies namely on the works by philosopher and epistemologist Hilton Japiassu and sociologist and educator Michel Foucault. Findings show that an interdisciplinary approach is still challenged as the foundation concept of the qualification and practice process of healthcare professionals in general, particularly with respect to the Collective Health Nursing Interns at UFF. Developing interdisciplinary work is not an easy endeavor since there are many perspectives at stake, especially those related to power and knowledge relations. The baseline directive of this study was to show how interdisciplinary thinking can yield significant gains and strengthen the teaching praxis. It can be concluded that further investigation, reflection and discussion about interdisciplinarity should be fostered and prioritized among the faculty and the interns so as to develop and enhance their professional practice and interdisciplinary teaching
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1234
Appears in Collections:MPES - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Angela Prates Puppin.PDF535.14 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.