Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12451
Title: A perspectiva da pedagogia de emergência para a conjuntura brasileira: reflexões sobre a educação não formal e o movimento de educação popular emancipa DEGASE
Authors: Figueiredo, Marina Oliveira de
metadata.dc.contributor.advisor: Silveira, Elisabete Cristina Cruvello da
metadata.dc.contributor.members: Felgueiras, Carmen Lucia Tavares
Petry, Hélène Cécile
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A monografia tece reflexões sobre a Pedagogia de Emergência e sua contribuição para as situações de vulnerabilidade social no contexto brasileiro. Pedagogia da Emergência diz respeito a um tipo de pedagogia que, através da arte e das brincadeiras, trata traumas causados por guerras, catástrofes naturais e conflitos sociais, levando em conta os sofrimentos sociais e vulnerabilidades vivenciadas pelos envolvidos. As indagações centrais da pesquisa são: Para que serve a Pedagogia da Emergência? Como pode ser aplicada ao cenário brasileiro de extrema desigualdade? A pesquisa sugere que a Pedagogia de Emergência, através de novas formas de ensino baseadas na educação não-formal, configura-se como um instrumento de ajuda psicológica e integração social para nossas crianças e jovens periféricos. A revisão bibliográfica crítica e interdisciplinar fundamenta-se em Bourdieu, Winnicott, Bernd Ruf e Paulo Freire a fim de buscar respostas as questões propostas, bem como sustentar a estrutura dos capítulos da monografia. Observações de campo são realizadas no projeto “Emancipa Degase” vinculado ao movimento social de educação popular da Rede Emancipa, destacando a minha participação como educadora de menores infratores dentro do Degase Rj.
metadata.dc.description.abstractother: The monograph weans reflections on the Emergence Pedagogy and its contribution to situations of social vulnerability in the Brazilian context. Emergency Pedagogy relates to a type of pedagogy that, through art and pranks, treats traumas caused by wars, natural disasters and social conflicts, taking into account the social suffering and vulnerabilities experienced by Involved. The central questions of the research are: What's the emergency pedagogy for? How can it be applied to the Brazilian scenario of extreme inequality? The research suggests that Emergency Pedagogy, through new forms of education based on non-formal education, configures itself as an instrument of psychological help and social integration for our children and young peripherals. The critical and interdisciplinary bibliographic review is based on Bourdieu, Winnicott, Bernd Ruf and Paulo Freire in order to seek answers to the proposed questions, as well as sustain the structure of the chapters of the monograph. Field observations are carried out in the project "Emancipa Degase" linked to the social movement of popular Education of the EMANCIPA network, highlighting my participation as educator of juvenile offenders within Degase Rj.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12451
Appears in Collections:GSC - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - MARINA OLIVEIRA DE FIGUEIREDO.pdf1.56 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons