Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12468
Title: Avaliação da condição bucal, síndrome de Burnout e qualidade de vida de atletas
Authors: Castilho, Thuanny
metadata.dc.contributor.advisor: Antunes, Lívia Azeredo Alves
metadata.dc.contributor.advisorco: Antunes, Leonardo dos Santos
Issue Date: 2018
Abstract: A prática de exercícios físicos pode afetar diretamente o humor, a saúde física e, indiretamente, na vida social do atleta. Quando crianças, adolescentes e idosos não apresentam uma boa condição bucal, gera-se um impacto negativo sobre suas funções estomatognáticas e seu bem-estar psicossocial. Isso não deve ser diferente em relação aos atletas. A busca constante pela superação de seus limites pode levar a um esgotamento emocional, físico e mental, despersonalização e reduzida realização pessoal (síndrome de Burnout)e por consequência, redução do desempenho esportivo. Assim esta dissertação, teve como objetivo avaliar as condições bucais (patologias e IgA salivar), síndrome de Burnout e a qualidade de vida de atletas, avaliando: i) a prevalência de patologias bucais e a relação com impacto na Qualidade de Vida Relacionada à Saúde Bucal (QVRSB);ii) o nível de evidência científica da influência da Imunoglobulina A (IgA) salivar na atividade esportiva; iii) a relação da saúde bucal, QVRSB e Qualidade de Vida relacionada ao esporte (QVRE) como indicadores da síndrome de Burnoutem atletas.Sob o aspecto metodológico, três artigos (A) foram delineados:dois estudos observacionais (A1 e A3), e uma revisão sistemática/meta-análise (A2). Em A1 utilizou-se uma amostra de conveniência de 34 jogadores de futebol americano quetiveram sua condição bucal avaliadas seguindo parâmetros pré-determinados na literatura e avaliação da QVRSB utilizando a versão em português do questionárioOral Health Impact Profile (OHIP-14). Em A2, foram acessados artigos em 5 bases de dados através de descritores e termos livres. Os títulos e resumos relevantes foram selecionados baseados em critérios de elegibilidade pré-estabelecidos e avaliou-se a qualidade metodológica e risco de viés, conforme recomendado por Fowkes e Fulton. Para A3, com mesma amostra do A1, utilizou-se os mesmos parâmetros de saúde bucal e QVRSB bem como a avaliação da QVRE e o risco de Burnout utilizando-se respectivamente os seguintes instrumentos validados na língua portuguesa OHIP-14, Questionário de Qualidade de Vida para Atletas (QQVA) e Athlete’s Burnout Questionnaire (ABQ). Com esses trabalhos pode-se concluir: i) as patologias mais frequentes foram erosão dentária e maloclusão; e o impacto da QVRSB de atletas foi baixo e mais relacionado à cárie, maloclusão e sensibilidade; ii) baseado nos artigos de qualidade moderada, o exercício físico influenciou nos parâmetros salivares da IgA em atletas e a maioria demonstrou uma diminuição na concentração da IgA salivar; iii) a saúde bucal, a QVRSB e a QVRE não são indicadores da síndrome de Burnout em atletas de futebol americano.
metadata.dc.description.abstractother: The practice of physical exercises can directly affect the mood, the physical health and, indirectly, in the social life of the athlete. When children, adolescents and the elderly do not present a good oral condition, it generates a negative impact on their stomatognathic functions and their psychosocial well-being. This should be no different from the athletes. The constant search for overcoming their limits can lead to emotional, physical and mental exhaustion, depersonalization and reduced personal fulfillment (Burnout syndrome) and, consequently, a reduction in sports performance. The objective of this dissertation was to evaluate the oral conditions (pathologies and salivary IgA), Burnout syndrome and the quality of life of athletes, evaluating: i) the prevalence of oral pathologies and the relation with impact on Oral Health Related Quality of Life (OHRQoL); ii) the level of scientific evidence on the influence of salivary immunoglobulin A (IgA) on sports activity; iii) the relationship of oral health, OHRQoL and Sports Related Quality of Life (SRQoL) as indicators of Burnout syndrome in athletes. Methodologically, three articles (A) were outlined: two observational studies (A1 and A3), and a systematic review/meta-analysis (A2). A convenience sample of 34 football players was used in A1 to assess their oral condition following predetermined parameters in the literature and evaluation of the OHRQoL using the Portuguese version of the Oral Health Impact Profile (OHIP-14) questionnaire. In A2, articles were accessed in 5 databases through descriptors and free terms. The relevant titles and abstracts were selected based on pre-established eligibility criteria and methodological quality and risk of bias were assessed as recommended by Fowkes and Fulton. For A3, with the same sample of A1, the same parameters of oral health and OHRQoL were used as well as the evaluation of SRQoL and Burnout risk using the following instruments validated in Portuguese OHIP-14, Athlete’s Quality of Life Questionnaire (AQoLQ) and Athlete’s Burnout Questionnaire (ABQ). With these works one can conclude: i) the most frequent pathologies were dental erosion and malocclusion; and the impact of the OHRQoL of athletes was low and more related to caries, malocclusion and sensitivity; ii) based on articles of moderate quality, physical exercise influenced the IgA salivary parameters in athletes and most demonstrated a decrease in the concentration of salivary IgA; (iii) oral health, OHRQoL and SRQoL are not indicators of Burnout syndrome in football athletes.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12468
Appears in Collections:PPGO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Thuanny Castilho.pdf2.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.