Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12597
Title: Cartografias de processos inclusivos: narrativas sobre o cotidiano da mediação escolar
Authors: Vargas, Thamyres Bandoli Tavares
metadata.dc.contributor.advisor: Rodrigues, Maria Goretti Andrade
metadata.dc.contributor.members: Callai, Cristiana
Dias, Rosimeri de Oliveira
Issue Date: 2017
Abstract: Esta produção percorre caminhos acerca de processos inclusivos. Caminhos sobre a inclusão escolar de crianças ditas com necessidades educacionais especiais, em especial aquelas diagnosticadas com autismo ou psicose. Esse percurso faz-se necessário uma vez que esta pesquisa se propõe a cartografar a mediação escolar enquanto dispositivo inscrito nesse bojo que conhecemos como Educação Especial Inclusiva. No contexto da educação inclusiva o mediador escolar é aquele que acompanha o aluno durante seu dia letivo, incentivando sua aprendizagem e socialização. O mediador escolar está entre a criança e as situações vivenciadas por ela, principalmente naquelas em que há dificuldade de interpretação do mundo e de ação. Através do método da cartografia, produzido por Deleuze e Guattari (1995), o qual configura-se como um método de pesquisa-intervenção, não buscamos representar objetos, mas, acompanhar processos, permitindo assim a investigação da experiência. Como resultado, compreende-se que a mediação escolar não mostra-se positiva ou negativa “em si”, mas eficaz ou não a partir do uso que se faz dela, a partir da postura ética-estética-política que se tem diante do fazer, a partir da sensibilidade, da exposição frente aos encontros que se dão no espaço escola.
metadata.dc.description.abstractother: This production traverses paths about inclusive processes. Paths about the inclusion of children with special educational needs, especially those diagnosed as autistic or psychotic. This course is necessary since this research proposes to map, map, the school mediation as a device inscribed in this bulge that we know as Inclusive Special Education.In the context of inclusive education the school mediator is the one who accompanies the student during his school day, encouraging his learning and socialization. The school mediator is between the child and the situations he or she experiences, especially in situations where there is difficulty in interpreting the world and acting.Through the cartography method, produced by Deleuze and Guattari (1995), which is configured as a research-intervention method, we do not seek to represent objects, but to follow processes, thus allowing the investigation of the experience. Mediation does not show itself positive or negative "in itself", but effective or not based on the use made of it, from the ethical-aesthetic-political stance that one has to face, from sensitivity, from exhibition in front of the meetings that take place in the school space.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12597
Appears in Collections:PPGES - Dissertações - Santo Antônio de Pádua

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
THAMYRES-BANDOLI-TAVARES-VARGAS (1).pdf769.12 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons