Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12626
Title: Geografia e visualidade: aproximações
Authors: Vale, Beatriz Carvalhal Berla do
metadata.dc.contributor.advisor: Pereira, Sérgio Luiz Nunes
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Vale, Beatriz Carvalhal Berla do. Geografia e visualidade: aproximações. 2019. 56f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geografia) - Instituto de Geociências, Universidade Federal Fluminense, 2019.
Abstract: Este estudo aborda o tratamento da visualidade ao longo da tradição da disciplina geográfica. É uma revisão bibliográfica acerca dos procedimentos de investigação que se relacionam com a dimensão imagética embutida na descrição e na explicação da paisagem. Desde suas origens, a Geografia é caracterizada pela produção de artefatos gráficos, destacando o mapa como imagem metonímica da disciplina. No entanto, no decorrer do seu desenvolvimento, os métodos e técnicas imagéticos foram sendo deixados de lado, até mesmo malvistos por parte dos geógrafos. É sobre esse aspecto da história do pensamento geográfico que nos debruçamos, explorando as perspectivas visuais em diferentes escolas, como a da Geografia Tradicional, a Teorético- Quantitativa e a Crítica. Por fim, apontamos os novos caminhos explorados por autores contemporâneos, em um movimento chamado de Virada Visual, no qual é proposto um resgate da visualidade na Geografia, por meio de uma releitura dos procedimentos e objetos de estudo.
metadata.dc.description.abstractother: This study addresses the treatment of visuality along the tradition of geographical subject. It is a bibliographic review about the research procedures that relate to the imagery dimension embedded in the landscape description and explanation. From its origins, geography is characterized by the production of graphic artifacts, highlighting the map as a metonymic image of the subject. However, in the course of its development, both imaging methods and techniques have been neglected, even disliked by geographers. It is about this aspect of the history of geographical thinking that we look at, exploring the visual perspectives in different schools, such as Traditional Geography, New Geography, and Critical. At last, we point out the new paths explored by contemporary authors, in a movement called Visual Turning, in which a rescue of visuality in Geography is proposed, through a re-reading of the procedures and objects of study.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12626
Appears in Collections:GGG - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Beatriz Carvalhal.pdfGEOGRAFIA E VISUALIDADE: APROXIMAÇÕES2.03 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons