Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12661
Title: Avaliação da saúde cardiovascular de ratos wistar machos e fêmeas submetidos à subnutrição durante a lactação
Authors: Farias, Raysa da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Scaramello, Christianne Brêtas Vieira
metadata.dc.contributor.members: Scaramello, Christianne Bretas Vieira
Bargut, Thereza Cristina Lonzetti
Barroso, Sergio Girão
Gregório, Bianca Martins
Marques, Emiliana Barbosa
Issue Date: 2019
Citation: FARIAS, Raysa da Silva. Avaliação da saúde cardiovascular de ratos wistar machos e fêmeas submetidos à subnutrição durante a lactação. 2019. 81 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Cardiovasculares) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.
Abstract: A forma mais prevalente de desordem nutricional em crianças de países emergentes é a subnutrição. Diferentes modelos animais foram desenvolvidos para estudar a Programação do Desenvolvimento decorrente de má nutrição durante o período perinatal, incluindo a estratégia de aumentar o tamanho da ninhada com redução da oferta de leite aos filhotes durante a lactação. Deste modo, o objetivo deste trabalho, aprovado pelo comitê de ética local (CEUA-UFF 812/2016), foi usar este modelo e avaliar o impacto da subnutrição perinatal na saúde cardiovascular de ratos Wistar machos e fêmeas em diferentes idades. Para tanto, as ninhadas foram aleatoriamente ajustadas após o nascimento para 8 ou 11-12 filhotes por mãe, de ambos os sexos na mesma proporção, originando respectivamente os grupos Controle e Subnutrição, machos e fêmeas. Após desmame no dia pós-natal (DPN) 21, o consumo de ração foi monitorado. Os animais foram avaliados nos DPN 30, 90 e 150, sendo submetidos à pletismografia de cauda, ecocardiografia e teste ergométrico de esforço máximo. A massa corporal foi monitorada ao longo de todo o período experimental. Os dados foram apresentados como média±erro padrão, analisados mediante aplicação de teste estatístico apropriado e a significância aceita foi de 5%. O aumento do tamanho da ninhada determinou menor massa corporal durante a lactação (p < 0,002). O consumo de ração após o desmame foi diferente entre grupos Controle e Subnutrição, tanto machos (p=0,001; p=0,001; p=0,012), como fêmeas (p=0,015), não sendo mais observada distinção quanto aos parâmetros corporais. No DPN150 foram observadas alterações quanto à espessura do septo interventricular (p= 0,029) e ao diâmetro do ventrículo esquerdo em diástole (p=0,016), à espessura relativa da parede (p=0,014) e à pressão sistólica (p=0,048), associados a um teste de esforço menos duradouro (p=0,004) e com comprometimento da distância percorrida (p=0,034), em fêmeas malnutridas. No DPN90 também se observou menor tempo de desaceleração da válvula mitral (p=0,001). Já machos adultos apresentaram apenas incremento da espessura do septo interventricular em diástole (p=0,028) e da massa do ventrículo esquerdo (p=0,015). O modelo experimental empregado foi então validado e, a despeito do crescimento de captura, a subnutrição durante a lactação foi associada a alterações na função e na geometria do coração, bem como à hipertensão sistólica e menor tolerância ao exercício em fêmeas adultas. Nos machos observou-se apenas hipertrofia miocárdica
metadata.dc.description.abstractother: The most prevalent form of nutritional disorder in children from emerging countries is malnutrition. Different animal models were developed to study Developmental Programming due to malnutrition during perinatal period, including the estrategy of litter size increase with puppies' milk supply decrease during lactation. Thus, the aim of this study, approved by local ethics committee (CEUA-UFF 812/2016), was to use this model and evaluate perinatal malnutrition impact on cardiovascular health of male and female Wistar rats at different ages. For this purpose, litters were randomly adjusted after birth to 8 or 11-12 pups per mother, both sexes in equal proportion, originating respectively Control and Malnutrition groups, males and females. After weaning at postnatal day (PND) 21, chow consumption was monitored, Animals were evaluated at PND 30, 90 and 150, being submitted to tail plethysmography, echocardiography and maximal effort ergometer test. Body mass was monitored throughout the experimental period. Data were presented as mean±standard deviation, analyzed using an appropriate statistical test and the accepted significance was 5%. The increase in litter size determined lower body mass during lactation (p <0.002). Feed consumption after weaning was different between Control and Malnutrition groups, both males (p= 0.001, p= 0.001, p= 0.012) and females (p =0.015), without distinction about body parameters. At PND150 differences were observed about diastolic interventricular septum (p= 0.029) and left ventricle diameter (p =0.016), relative wall thickness (p =0.014) and systolic pressure (p =0.048) associated to a shorter maximum effort test (p =0.004) with a compromised distance travelled (p =00.034) in malnourished females. At PND90 a reduction of mitral valve deceleration time was noticed (p =0.001). Adult males only presented higher diastolic interventricular septum (p=0.028) and left ventricle mass (p=0.015). The experimental model here applied was validated and despite catch-up growth, malnutrition during lactation was related to changes in heart geometry and function, as well as to systolic hypertension and and minor exercise tolerance in adult females. In males only myocardial hypertrophy was observed
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12661
Appears in Collections:PPGC-CV - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RAYSA DA SILVA FARIAS DISSERTAÇÃO.pdf1.65 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons