Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12678
Title: Cotas raciais e seus efeitos sobre a população negra no Brasil entre 2004-2018: uma análise a prtir do princípio de causação circular cumulativa de Gunnar Myrdal
Authors: Lourenço, Gabriel Floriano
metadata.dc.contributor.advisor: Rubinsztajn, Igor Kippe
metadata.dc.contributor.advisorco: Pereira, Vanuza da Silva
metadata.dc.contributor.members: Rubinsztajn, Igor Kippe
Pereira, Vanuza da Silva
Monfardini, Rodrigo Delpupo
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Flumiense
Citation: LOURENÇO, Gabriel Floriano. Cotas raciais e seus efeitos sobre a população negra no Brasil entre 2004-2018: uma análise a partir do princípio de causação circular cumulativa de Gunnary Myrdal. 2019. 53 f. Trabalho final de curso (Bacharelado em Ciências Econômicas) - Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional, Campos dos Goytacazes, 2019.
Abstract: Historicamente marginalizada, a população negra tem dificuldade para ascender socialmente e econômica no Brasil. O presente estudo pretende contribuir com o importante debate que discute a disparidade econômica e social entre a população negra e a população branca no Brasil. Com o objetivo de fazer uma análise nos períodos pré e pós política de cotas, buscar-se-á analisar as desigualdades existentes entre essas duas populações a partir do Princípio de Causação Circular Cumulativa proposta por Gunnar Myrdal (1957). Os dados do IPEA, IBGE/PNADe INEP serão utilizados nesta análise a fim de se testar a hipótese da existência de um ciclo vicioso de desigualdade que assola a população negra, bem como se um instrumento de política pública, como a política de cotas, consegue suavizar este ciclo.Os resultados encontrados salientam que de um fato existe um processo de ciclo vicioso durante o período analisado e que a população negra, a partir das políticas de cotas, conseguiu ter maior acesso ao ensino superior, e outros níveis educacionais também melhoraram com o passar dos anos.Contudo,ainda existe uma situação desfavorável à população negra comparativamente à população branca no tocante aos âmbitos social e econômico, no Brasil. Portanto, conclui-se que políticas públicas como as de cotas raciais auxiliam de fato na redução das desigualdades no Brasil. Todavia, a manutenção delas e a implementação de outras políticas de redução das discrepâncias sociais são importantes para a democratização não só do acesso ao ensino superior, mas da sociedade em geral.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12678
Appears in Collections:GCE - Trabalhos de Conclusão de Curso - Campos dos Goytacazes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gabriel Floriano Lourenço (2019), Cotas raciais e seus efeitos sobre a população negra no Brasil entre 2004-2018.pdfGabriel Floriano Lourenço (2019), Cotas raciais e seus efeitos sobre a população negra no Brasil entre 2004-20181.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.