Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12682
Title: INFLUÊNCIA DE PROGRAMAS DE SAÚDE NA ESCOLA NA QUALIDADE DE VIDA RELACIONADA À SAÚDE BUCAL DOS ADOLESCENTES NOVA FRIBURGO 2019
Authors: LATTANZI, ARETUZA PIRES DOS SANTOS
metadata.dc.contributor.advisor: Assaf, Andrea Videira
Issue Date: 2019
Abstract: A qualidade de vida relacionada à saúde bucal (QVRSB) tem sido alvo de muitos estudos quando se deseja mensurar os impactos na qualidade de vida. Essa dissertação de mestrado, dividida em dois artigos científicos, objetivou: a- avaliar a influência do Programa Saúde na Escola (PSE) nos agravos clínicos como cárie, gengivite e traumatismo dentário, bem como na qualidade de vida relacionada à saúde bucal de adolescentes do município de Nova Friburgo- RJ-Brasil; b- realizar uma revisão sistemática para se averiguar a influência dos programas de promoção de saúde bucal na qualidade de vida relacionada à saúde bucal dos adolescentes. Artigo 1: Metodologia: O estudo foi constituído de uma amostra não probabilística composta de adolescentes de 12 anos, devidamente matriculados nas escolas públicas do município de Nova Friburgo, contemplados ou não pelo Programa de Saúde na Escola (PSE) por pelo menos 2 anos. Questionário sociodemográfico e de QVRSB, o Child Perceptions Questionnaire (CPQ11-14), assim como o exame clínico para avaliação de cárie, doença periodontal e traumatismo dentário foram realizados. Resultados: Observou-se, a partir de um modelo de análise multivariada, que os adolescentes pertencentes ao sexo feminino tiveram 1,74 vezes mais chances de apresentarem uma pior QVRSB (OR= 1,74; p=0,0183) comparados aos do sexo masculino. Além disso, indivíduos não participantes do PSE apresentaram 1,56 vezes mais chances de terem uma pior QVRSB (OR=1,56; p=0,0873) do que os participantes do programa. Conclusão: O PSE, as well as the variable female sex, greater impact on the OHRQoL of adolescents. Artigo 2: Metodologia: Cinco bases de dados (PubMed, Scopus, biblioteca virtual de saúde, Web of Science, Cochrane, bases de dados da literatura cinzenta) foram exploradas, além de uma busca manual com o uso de indexadores específicos. Foram incluídos na seleção ensaios clínicos/comunitários, estudos transversais ou estudos de coorte publicados em periódicos científicos, em qualquer língua, que avaliem programas de promoção da saúde bucal nessa população específica. Em seguida, os artigos que atenderam aos critérios de inclusão foram analisados por uma ferramenta de avaliação de risco de qualidade e viés. Resultados: a busca eletrônica produziu um total de 1991 resumos que, após a exclusão das duplicatas e a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, gerou um total de 4 artigos para avaliação da qualidade. Destes, 2 estudos foram classificados com baixa, 1 com moderada e 1 com alta qualidade metodológica. Estes foram então incluídos na síntese qualitativa. Foram encontrados alguns vieses metodológicos, principalmente em dois estudos, e uma considerável heterogeneidade das intervenções, o que gerou dificuldades na comparação nos resultados dos mesmos. Conclusão: Embora os estudos tenham mostrado influência positiva na QVRSB após intervenções distintas baseadas na promoção da saúde bucal, tanto a escassez de estudos quanto a baixa qualidade metodológica em dois dos quatro estudos selecionados indicam a necessidade de desenvolvimento futuro de projetos bem delineados, com melhor controle de viés para responder à questão da presente investigação.
metadata.dc.description.abstractother: The quality of life related to oral health (OHRQoL) has been the subject of many studies when it is desired to measure impacts on quality of life. This dissertation, divided into two papers, aimed to: A - evaluate the influence of the School Health Program (SHP) on clinical problems such as caries, gingivitis and dental trauma, as well as the oral health related quality of life of adolescents in the municipality of Nova Friburgo-RJ-Brazil; B- accomplish a systematic review to investigate the influence of oral health promotion programs on oral health related quality of life of adolescents. Article 1: Methodology: The study consisted of a non-probabilistic sample composed of 12-year-old adolescents duly enrolled in public schools in the city of Nova Friburgo, which were or not participant in the School Health Program (SHP) for at least 2 years. Socio-demographic and OHRQoL questionnaires, o Child Perceptions Questionnaire (CPQ11), as well as clinical examination for caries assessment, periodontal disease and dental trauma were performed. Results: From a multivariate analysis model, it was observed that adolescents belonging to females had 1.74 times more chances of presenting a worse OHRQoL (OR = 1.74; p = 0.0183) compared to males. In addition, individuals not participating in the SHP presented 1.56 times more chances of having a worse OHRQoL (OR = 1.56; p = 0.0873) than the participants in the program. Conclusion: SHP, . Article 2: Methodology: Five databases (PubMed, Scopus, Virtual Health Library, Web of Science, Cochrane, databases of the gray literature) were explored, in addition to a manual search with the use of specific indexers. Clinical/Community trials, cross-sectional studies or cohort studies published in scientific journals in any language that evaluate oral health promotion programs in this specific population were included in the selection. Then, the articles that met the inclusion criteria were analyzed by a quality risk assessment tool and bias. Results: The electronic search produced a total of 1991 abstracts that, after the exclusion of duplicates and the application of the inclusion and exclusion criteria, a total of 4 articles were chosen to evaluate the quality. Of these, 2 studies were classified as low, 1 with moderate and 1 with high methodological quality. Some methodological vises were found, mainly in two studies, and a considerable heterogeneity of the interventions, which generated difficulties in comparing the results of the studies. Conclusion: Although the studies showed positive influence on OHRQoL after distinct interventions based on oral health promotion, both the shortage of studies and the low methodological quality in two of the four selected studies indicate the need of a future development of well designed ones with a better bias control in order to respond to the present investigation question.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12682
Appears in Collections:PPGO - Dissertações - Nova Friburgo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - ARETUZA.pdfDissertação - INFLUÊNCIA DE PROGRAMAS DE SAÚDE NA ESCOLA NA QUALIDADE DE VIDA RELACIONADA À SAÚDE BUCAL DOS ADOLESCENTES1.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.