Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12694
Title: USO DE RESINAS BULK FILL DE BAIXA VISCOSIDADE COMO AGENTES DE CIMENTAÇÃO DE LAMINADOS CERÂMICOS ANTERIORES
Authors: GONÇALVES, EDUARDO TITONELI
metadata.dc.contributor.advisor: Barceleiro, Marcos de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisorco: Calazans, Fernanda Signorelli
Issue Date: 2019
Abstract: Os cimentos resinosos puramente fotoativados, classificados como “cimentos veneer” vem sendo considerados como padrão ouro na escolha para cimentação adesiva de laminados cerâmicos, graças a características como tempo de trabalho, alta resistência de união em tecidos dentais e boa estabilidade de cor. Tais características podem ser também encontradas nas resinas de baixa viscosidade, conhecidas como resinas fluidas ou flow. Devido a algumas similaridades entre estes dois grupos de materiais, este trabalho teve por objetivo avaliar a resistência de união ao cisalhamento de cerâmicas de Dissilicato de Lítio cimentadas em esmalte bovino com resinas de baixa viscosidade através de um dispositivo auxiliar desenvolvido pelos autores e analisar a estabilidade de cor pós cimentação destas peças cerâmicas, com auxílio da espectrofotometria. Para isso, 80 dentes bovinos foram preparados para receberem corpos de prova de cerâmica vítrea reforçada por Dissilicato de Lítio (E-Max, Ivoclar), as quais foram cimentadas com diferentes tipos de cimento, de acordo com os diferentes grupos (n=20). No Grupo RV, as peças cerâmicas foram cimentadas com o cimento resinoso RelyX Veneer (3M). No grupo FZF, foram cimentadas com a resina Filtek Z350 Flow (3M). No Grupo FBF, os autores cimentaram as peças com a resina Filtek Bulk Fill Flow (3M). E no grupo SDR, usaram a resina Surefil SDR Flow (Dentsply). Estes corpos de prova foram submetidos a teste de microcisalhamento 24 horas após a cimentação, e análise de cor por meio de espectrofotometria foi realizada antes, imediatamente após e 24 horas após a cimentação. Os resultados, analisados estatisticamente por ANOVA e Tukey, mostraram que a resistência de união só apresentou diferenças estatísticas quando os demais grupos fora comparados com a resina flow convencional. Entre os demais grupos testados, esta diferença não existiu. Da mesma forma, em relação à estabilidade de cor, não houve diferenças estatísticas entre o grupo controle e os demais grupos. Com isso, foi possível concluir que as resinas de baixa viscosidade do tipo bulk fill flow podem se tornar futuramente mais uma opção para cimentação de peças cerâmicas de espessuras reduzidas.
metadata.dc.description.abstractother: The photoactivated resin cements, classified as "veneer cements" have been considered as the gold standard in the choice for adhesive cementation of ceramic laminate veneers, due to some characteristics such as working time, high bond strength in dental tissues and good color stability. Such characteristics can also be found in the low viscosity resins, known as flowable or flow resins. Due to some similarities between these two groups of materials, the objective of this study was to evaluate the shear bond strength of Lithium Dissilicate ceramics (E-Max, Ivoclar) cemented in bovine enamel with low viscosity resins through an auxiliary device developed by the authors and to analyze the color stability, by means of spectrophotometry. For this purpose, 80 bovine teeth were prepared to receive samples of vitreous ceramics reinforced by Lithium Dissilicate (E-Max, Ivoclar), which were cemented with different types of cement, according to the different groups (n = 20). In the RXV Group, the ceramic pieces were cemented with the RelyX Veneer resin cement (3M). In the FZF group, they were cemented with Filtek Z350 Flow resin (3M). In the FBF Group, the authors cemented the pieces with Filtek Bulk Fill Flow resin (3M). And in the SDR group, they used the Surefil SDR Flow resin (Dentsply). These specimens were submitted to a microshear test 24 hours after cementation, and color analysis by spectrophotometry was performed before, immediately after and 24 hours after cementation. The results, analyzed statistically by ANOVA and Tukey, showed that the bond strength showed statistical differences only when the other groups were compared with the flow resin group. Among the other groups tested, this difference did not exist. Likewise, in relation to color stability, there were no statistical differences between the control group and the other groups. Thus, it was possible to conclude that the bulk fill flow resins may become in future an option for cementing ceramic laminate veneers of reduced thicknesses.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12694
Appears in Collections:PPGO - Dissertações - Nova Friburgo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Defesa Eduardo Titoneli.pdfDissertação - USO DE RESINAS BULK FILL DE BAIXA VISCOSIDADE COMO AGENTES DE CIMENTAÇÃO DE LAMINADOS CERÂMICOS ANTERIORES21.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.