Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12733
Title: Um olhar da análise Sociointeracional do discurso na interação profissional/idoso institucionalizado no cuidado durante o banho
Authors: Schiavon, Isabel Cristina Adão
metadata.dc.contributor.advisor: Gonçalves, José Carlos
metadata.dc.contributor.members: Miranda, Sheila Ferreira de
Carvalho, Simone de Medeiros
Pereira, Sandra de Souza
Almeida, Ricardo Luiz Teixeira de
Issue Date: 22-Jan-2020
Abstract: Atualmente, o tema da interação entre profissionais de saúde e pacientes tem despertado bastante interesse tanto de profissionais quanto de formadores de recursos humanos em saúde. De forma análoga, pesquisadores de diversas áreas tem se interessado pelo tema, não só pela abordagem clínica, mas como importante fator terapêutico. Toda essa preocupação denota uma inquietude e inconformidade com as relações interpessoais na saúde, as quais, via de regra, são classificadas como frias e impessoais. Por conta disso, inúmeros movimentos que se contrapõem a essa lógica mecanicista e técnica têm surgido, amparados pela filosofia da humanização na saúde. Assim, esta pesquisa busca analisar os discursos de profissionais de saúde, relacionados aos cuidados do idoso institucionalizado, ligados aos estigmas no momento do banho, por meio da Análise da Conversa Etnometodológica e ancorada na Análise Sociointeracional do Discurso. A coleta de dados, embasada na Análise da Conversa Etnometodológica (ACE) como subsídio para a Análise Socionteracional do Discurso (ASD) foi realizada por meio de notas de campo e gravações de momentos de interação entre cuidadores e idosos residentes de uma Instituição de Longa Permanência (ILP) selecionada. Ao todo, foram sujeitos dessa pesquisa três cuidadoras e três idosas. Foram gravados nove momentos de interação, posteriormente as gravações foram transcritas e analisadas a partir do Modelo Jefferson de Transcrição com a utilização das convenções mais utilizadas. A partir da análise empreendida foi realizada uma análise integrativa onde emergiram as seguintes categorias temáticas: comunicação não-verbal, polidez e face e framing. Os resultados apontaram que a realidade vivida por idosos e cuidadores quanto ao estigma em uma ILP apresentaram algumas características comuns evidenciadas pela literatura, tais como: a a idade e o abrigamento como vetores de estigmatização, a repetição e a confirmação do estigma pelos cuidadores e a recusa do estigma pelo ser que deseja. Consideramos que o estudo atendeu aos objetivos propostos na medida em que evidenciou a emersão do estigma em diversos momentos da fala das cuidadoras. Em cumprimento à Resolução 466/2012, o projeto foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais e foi aprovado pelo Parecer 3.534.827
metadata.dc.description.abstractother: Currently, the theme of interaction between health professionals and patients has aroused much interest from both professionals and trainers of human resources in health. Similarly, researchers from various fields have been interested in the subject, not only in the clinical approach, but as an important therapeutic factor. All this concern denotes a concern and non-conformity with interpersonal relationships in health, which, as a rule, are classified as cold and impersonal. Because of this, numerous movements that oppose this mechanistic and technical logic have emerged, supported by the philosophy of humanization in health. Thus, this research seeks to analyze the discourses of health professionals, related to the care of the institutionalized elderly, linked to the stigmata at the time of bath, through the Analysis of Ethnomethodological Conversation and anchored in the Sociointerational Discourse Analysis. The data collection based on the Ethnomethodological Conversation Analysis (ECA) as a subsidy for the Socionterational Discourse Analysis (SDA) was performed through field notes and recording moments of interaction between caregivers and elderly residents of a Long-Term Institution. (LTI) selected. In all, three caregivers and three elderly women were the subjects of this research. Nine interaction moments were recorded, later the recordings were transcribed and analyzed using the Jefferson Transcription Model using the most commonly used conventions. From the analysis undertaken, an integrative analysis was carried out in which the following thematic categories emerged: nonverbal communication, politeness and face and framing. The results showed that the reality experienced by the elderly and caregivers regarding stigma in an LTI had some common characteristics evidenced by the literature, such as: the experience of stigma, age and shelter as vectors of stigmatization, the repetition and confirmation of stigma by caregivers and the refusal of stigma by the being they desire. We consider that the study met the proposed objectives as it evidenced the emergence of stigma at various moments of the caregivers' speech. In compliance with Resolution 466/2012, the project was submitted to the Research Ethics Committee of the Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais and was approved by Opinion 3.534.827
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12733
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE FINAL - grafica.pdf850.4 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.