Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12737
Title: Padrão hemodinâmico não invasivo dos efeitos do banho no leito com temperatura da água constante em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Authors: Silva, Monyque Evelyn dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor: Lima, Dalmo Valério Machado de
metadata.dc.contributor.members: Cavalcanti, Ana Carla Dantas
Chermont, Sergio Luiz Soares Marcos da Cunha
Martins, Wolney de Andrade
Francisco, Marcio Tadeu Ribeiro
Issue Date: 2016
Citation: SILVA, Monyque Evelyn dos Santos. Padrão hemodinâmico não invasivo dos efeitos do banho no leito com temperatura da água constante em pacientes com infarto agudo do miocárdio. 2016. 89 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Cardiovasculares) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016.
Abstract: Objetivo: Investigar as repercussões hemodinâmicas e de consumo miocárdico de oxigênio do banho no leito (BL) com controle térmico da água constante a 40ºC e tempo inferior a 20 minutos em pacientes acometidos por infarto agudo do miocárdio Killip-Kimball 1 e 2. Método: Ensaio clínico não controlado. Amostra de conveniência composta por 15 pacientes acometidos por IAM internados em hospital quaternário de grande porte da rede privada de Niterói, Rio de Janeiro. Foram incluídos na pesquisa pacientes adultos classificados com IAM Killip-Kimball 1 ou 2, nas primeiras 72h após evento isquêmico. O efeito do BL com temperatura da água constante a 40ºC sobre variáveis dependentes que refletem no fluxo sanguíneo: Frequência cardíaca (FC), Índice cardíaco (IC), Pressão arterial sistólica (PAS), Pressão arterial diastólica (PAD) e Pressão arterial média (PAM); contratilidade: Período de préejeção (PPEj), Índice de trabalho cardíaco de ventrículo esquerdo (ITCE); oferta, consumo e transporte de oxigênio: Índice de oferta de Oxigênio (IDO2), Consumo de Oxigênio do miocárdio (MVO2) e Saturação pletismográfica de Oxigênio no sangue arterial(SpO2); foram testados pelo uso de análise de variância (ANOVA) para medidas repetidas. As variáveis hemodinâmicas foram obtidas por meio de bioimpedância transtorácica (Cardioscreen 2000, MEDIS, Alemanha). O aquecimento da água valeu-se de uma placa aquecedora de cerâmica com agitação, modelo AccuPlate, Labnet™, um probe de temperatura foi conectado à placa para manutenção da temperatura constante, a água foi armazenada num Becker de vidro temperado com capacidade de 3L. Resultados: O BL não apresentou efeito sobre as variáveis de fluxo sanguíneo FC, PAS, PAD, PAM. O tempo total de banho apresentou efeito sobre o IDO2 (p= 0,01), atribuiu-se a este fato o aumento da demanda de músculo esquelético, justificada também pelo incremento percentual da MVO2 em até 30% do estado de repouso que antecedeu o banho. Em relação à contratilidade cardíaca, observou-se encurtamento do período de contração isovolúmica somado ao maior trabalho de ventrículo esquerdo. Conclusão: O IC foi, supostamente, subestimado pela ICG, o que não permitiu grandes ilações sobre a dinâmica do banho no paciente acometido por IAM Killip I e II, sugerindo-se, portanto, que demais estudos podem ser desenvolvidos por outros métodos igualmente minimamente invasivos, como por exemplo, a variabilidade da FC
metadata.dc.description.abstractother: Aim: To investigate hemodynamic and myocardial oxygen consumption repercussions of bedbath (BB) with constant temperature control of water at 40°C and time of less than 20 minutes in patients after acute myocardial infarction (AMI) Killip-Kimball 1 and 2. Method: clinical trial uncontrolled. Convenience sample of 15 patients presenting with AMI hospitalized in large quaternary private hospital in Niterói, Rio de Janeiro state, Brazil. They were included on research adult patients classified with AMI Killip-Kimball 1 or 2, in the first 72 hours after an ischemic event. The effect of BL with constant water temperature to 40°C on dependent variables reflecting on blood flow: Heart rate (HR), Cardiac index (CI), Systolic blood pressure (SBP), Diastolic blood pressure (DBP) and Mean arterial pressure (MAP); contractility: Pre-ejection period (PEP), Left Ventricular Cardiac Work Index of (ITCE); supply, consumption and transport of oxygen: Oxygen Offer Index (IDO2), Myocardial Oxygen consumption (MVO2), Peripheral Oxygen saturation (SpO2); They were tested by using analysis of variance (ANOVA) for repeated measures. Hemodynamic variables were obtained by transthoracic bioimpedance (Cardioscreen 2000 MEDIS, Germany). The water heating took advantage of a heating plate of ceramics with stirring AccuPlate, Labnet ™ model, a probe temperature was connected to the board to maintain constant temperature, water was stored in a tempered glass Becker 3L capacity. Results: BB had no effect on the blood flow variables HR, SBP, DBP, MBP. The total time bath had an effect on the IDO2 (p = 0.01), was attributed to this fact increased skeletal muscle demand, also justified by the percentage increase in MVO2 up to 30% of the resting state prior to the bath. In relation to cardiac contractility, it was observed shortening of isovolumic contraction period plus the higher left ventricular work. Conclusion: The IC was allegedly underestimated by the ICG, which did not allow major conclusions about the dynamics of bathing patients suffered AMI Killip I and II, suggesting, therefore, that other studies may be developed by other methods also minimally invasive, eg, HR variability
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12737
Appears in Collections:PPGC-CV - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monyque Evelyn dos Santos Silva Dissertação.pdf1.5 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons