Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12892
Title: Toda forma de Geografia: os Engenheiros do Hawaii e o urbano
Authors: Santos, Guilherme de Souza dos
metadata.dc.contributor.advisor: Giordani, Ana Cláudia Carvalho
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Santos, Guilherme de Souza dos. Toda forma de Geografia: os Engenheiros do Hawaii e o urbano. 2019. 88f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geografia) - Instituto de Geociências, Universidade Federal Fluminense, 2019.
Abstract: O urbano constitui temática fundamental na agenda da ciência geográfica. O presente trabalho de final de Curso em Geografia tem como objetivo central: compreender a relação entre música e geografia a partir dos Engenheiros do Hawaii e compreender leituras do urbano a partir da música. Como objetivos específicos: analisar três músicas da banda; verificar e entender a sua relação com o urbano e como os Engenheiros podem provocar leituras na geografia. A metodologia da pesquisa ocorreu em duas etapas: 1ª revisão de literatura sobre a banda e a etapa 2 foi desdobrada nos seguintes movimentos: (a) identificar uma banda que aborde em suas letras o urbano; (b) selecionar as músicas e (c) analisar as letras das músicas. Como resultados destaca-se a banda Engenheiros do Hawaii e as músicas: Longe Demais Das Capitais; Muros e Grades e Chuva de containers. Na música “Longe Demais Das Capitais” foi possível identificar a revolta de Gessinger com a não revolta (camusiana) do homem frente ao mundo moderno; Em “Muros e Grades” a questão camusiana volta juntamente com a completa falta de sentido na vida urbana; Em “Chuva de Containers” o urbano está no dilúvio tecnológico que chega à música, à produção cultural e ao Brasil. Assim, a pesquisa aponta que músicas constituem uma possibilidade de leitura do urbano.
metadata.dc.description.abstractother: The urban aspect constitutes fundamental theme in the science-of-geography agenda. The present final paper for the Geography course has the main purpose of understanding: first, the relationship between music and geography based on work by Engenheiros do Hawaii and, second, readings of the urban aspect present in their music. As particular objectives it is aimed: to analyze three songs from the band's repertoire, study and understand their relation with the urban and the way Engenheiros's work relate to geography. The research methodology developed in two stages: first, literature review about the band and, second, carrying out the following activities: (a) identifying a band which address the urban aspect in their lyrics; (b) selecting the tracks; and (c) analyzing songs' lyrics. The results make Engenheiros do Hawaii stand out as well as their songs: "Longe demais das capitais", "Muros e Grades" and "Chuva de Containers". In "Longe demais das capitais", it was possible to identify Gessinger's revolt as non-revolt (as in Albert Camus's philosophy) of a man faced against the modern world. In "Muros e Grades", Camus's issue returns with a complete lack of sense in urban life. In "Chuva de Containers", the urban aspect is immersed in the technological flood affecting music, cultural production and Brazil itself. Thus, this research indicates that music constitutes a possibility of reading the urban aspect.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12892
Appears in Collections:GGG - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC-GUILHERME DE SOUZA DOS SANTOS.pdfTODA FORMA DE GEOGRAFIA: OS ENGENHEIROS DO HAWAII E O URBANO4.02 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons