Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12996
Title: A qualidade de vida transformada em desejo de consumo: mudanças no cotidiano de mulheres corredoras de rua por intermédio das mídias sociais
Authors: Santos, Ana Carolina Afonso Seabra dos
metadata.dc.contributor.advisor: Souza, Flávia Clemente de
metadata.dc.contributor.members: Souza, Flávia Clemente de
Bragaglia, Ana Paula
Costa, Edwaldo
Issue Date: 12-Feb-2020
Abstract: Os centros urbanos das grandes cidades têm sofrido modificações que recriam os usos de seus espaços. Partes delas são reservadas para serem locais específicos para atividades físicas, principalmente aos fins de semana. Essas modificações refletem o crescimento da preocupação com o lazer e com a qualidade de vida, um dos reflexos da vida pós-moderna. Destaca-se também o elevado índice de pessoas que se dedicam ao culto ao corpo. Por consequência, alguns locais viram um berço de experiências sócio-espaciais-temporais que contribuem para a criação de processos de reinvenção e recriação urbana, por um lado, e comportamental, por outro. Esses novos comportamentos transcendem do meio urbano para a internet, nas mídias sociais e em especial o Instagram, sendo possível visualizar as influências que o meio online causa no off-line e vice-versa. A proposta desta pesquisa é apresentar uma análise sobre a forma como o conceito de Qualidade de Vida foi transformado em desejo de consumo, que permeia, mesmo que subliminarmente, diferentes discursos nas mídias sociais, mudando a maneira individual e coletiva de se relacionar e consumir. Para realizar tal estudo, foi escolhido um grupo de mulheres, de 30 a 45 anos, corredoras de rua, que tiveram comportamentos de consumo motivados por pessoas que seguem no Instagram, tendo como justificativa a busca pela melhora da performance e pela promoção de qualidade de vida.
metadata.dc.description.abstractother: Day by day, downtown centers have had many modifications about the uses of their spaces. Parts of them are reserved to be specific locations for physical activity, especially on weekends. These changes reflect the growing concern with leisure and quality of life, a reflection of postmodern life. Also noteworthy is the high rate of people dedicated to body worship. As a result, some places have seen a cradle of socio-spacial-temporal experiences that contribute to the creation of an urban reinvention and behavioral. These new behaviors transcend the urban environment into the internet, especially in the Instagram. Nowadays, it´s possible to visualize the influences that the online environment causes on the offline. The purpose of this research is to present an analysis of how the concept of Quality of Life was transformed into a desire for consumption, different discourses in social media, changing the individual and the collective way of relating and consuming. To carry out this study, our focus group are women between 30 to 45 years old. They are street runners. Usually, they had consumer behaviors motivated by people who they follow on Instagram, having as justification the search for performance improvement and promotion of quality of life.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/12996
Appears in Collections:PPGMC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_FINAL_ Ana Carolina A. Seabra dos Santos_PPGMC.pdf3.03 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons