Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13118
Title: Avaliação da resistência à flexão de resinas utilizadas para restaurações provisórias
Authors: Rangel, Renata Matuck Roque
metadata.dc.contributor.advisor: Gouvêa, Cresus Vinicius Depes de
metadata.dc.contributor.advisorco: Gallito, Marco Antonio
Issue Date: 2014
Abstract: As restaurações provisórias são essenciais para o sucesso de qualquer tratamento reabilitador, proporcionando estética, função e saúde aos tecidos bucais enquanto se aguarda a instalação do trabalho definitivo. Os materiais mais utilizados para essa finalidade são as resinas acrílicas convencionais e, mais recentemente, as resinas bisacrílicas, pelas suas propriedades superiores. O principal objetivo deste estudo foi verificar a resistência à flexão de resinas usadas para a confecção de restaurações temporárias e compará-las com duas de uso permanente. Para o experimento foram feitos 10 corpos de prova para cada resina utilizada , os quais foram dividos em grupos: GI - Resina Dencor clássico (Clássico); GII - resina Dencorlay (Clássico) GIII- Resina Protemp (3M) ; GIV - Resina Parafill (Prime Dental) ,GV - Resina Empress Direct (Ivoclar). Utilizou-se uma matriz metálica bipartida, com cessão circular de 25x2x2 mm para a confecção dos corpos de prova em condições laboratoriais controladas e segundo as instruções de seus fabricantes. Após armazenamento em água destilada em estufa a 37 o C por 24 horas, as amostras foram submetidas ao Teste de Resistência à flexão em 3 pontos, em máquina de ensaios universal Kratos a uma velocidade de 0,05 mm/s até sua ruptura final.Os resultados obtidos foram tabulados e submetidos ao teste de Tuckey e à Análise da Variância mostrando diferença estatisticamente significante para as resinas Protemp e Parafill ao nível de 0,05% (p<0,05) em relação às reisnas Dencor clássico, Dencorlay e Empress Direct Ivoclar. Conclui-se que as resinas Protemp e Parafill apresentam maior resistência flexural que os demais materiais testados nesse estudo.
metadata.dc.description.abstractother: The provisional restorations are essential to the success of any rehabilitation providing aesthetic , function and health to oral tissues pending the final installation work. The most widely used materials for this purpose are the conventional acrylic resins and , more recently, the bisacrílicas resins , due to their superior properties . The main objective of this study was to determine the flexural strength five resins used for making temporary restorations . For the experiment were made 10 specimens for each resin used , which were divided into groups : GI Resin Classic Dencor ; IGI Dencorlay resin ; Resin Protemp GIII , GIV and GV Resin Resin PARAFILL Ivoclar Empress Direct . We used a split metal matrix , with assignment of 25x2x2 mm circular for making the specimens under controlled conditions Hematologic and according to the instructions of the manufacturers . After storage in distilled water at 37 C for one week , the samples were subjected to flexural test with 3-point Kratos a universal testing machine at a speed of 0.05 mm / s until a breakdown final.Os results were tabulated and submitted to analysis of variance and tuckey , showing statistically significant difference for the Protemp PARAFILL resins and the level of 0.05 % ( p < 0.05 ) compared to reisnas Dencor classic, Dencorlay and Ivoclar Empress Direct . We conclude that Protemp and PARAFILL resins have higher flexural strength than the other materials tested in this study
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13118
Appears in Collections:PPGO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Renata Matuck.pdf718.16 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons